Agora é Lei: acompanhamento psicológico para mulheres vítimas de violência é sancionado

GIOVANNA CECCHI
HOME OFFICE

Proposta pela Câmara, por meio do PL (Projeto de Lei) 685/2017, a implantação do acompanhamento psicológico para vítimas de violência foi sancionada pelo prefeito Ricardo Nunes nesta segunda-feira (31/5) e será garantida por meio da Lei 17.560/2021.

O objetivo é assegurar às mulheres do município atendimento especializado, com o acompanhamento psicológico prestado por profissionais habilitados nas unidades das secretarias responsáveis pelo atendimento de vítimas de violência na cidade de São Paulo.

O Poder Executivo estabeleceu o prazo de 60 dias para regulamentação e elaboração de normas, procedimentos, planejamentos e controles relacionados à execução.

Aprovado em Sessão Extraordinária no dia 5 de maio de 2021, o PL 685/2017 é de autoria da vereadora Rute Costa (PSDB) , com coautoria dos vereadores Carlos Bezerra Jr. (PSDB), Cris Monteiro (NOVO), Dr. Sidney Cruz (SOLIDARIEDADE), Edir Sales (PSD), Eli Corrêa (DEM), Ely Teruel (PODE), Faria De Sá (PP), Felipe Becari (PSD), Gilberto Nascimento Jr. (PSC), Isac Félix (PL), Janaína Lima (NOVO), Juliana Cardoso (PT), Milton Ferreira (PODE), Rinaldi Digilio (PSL), Sandra Tadeu (DEM) e Thammy Miranda (PL).

Saiba mais sobre as ações da Câmara Municipal de São Paulo no enfrentamento à violência contra a mulher, acesse: saopaulo.sp.leg.br/mulheres

Este é um espaço de livre manifestação. É dedicado apenas para comentários e opiniões sobre as matérias do Portal da Câmara. Sua contribuição será registrada desde que esteja em acordo com nossas regras de boa convivência digital e políticas de privacidade.

Nesse espaço não há respostas - somente comentários. Em caso de dúvidas, reclamações ou manifestações que necessitem de resposta clique aqui e fale com a Ouvidoria da Câmara Municipal de São Paulo.

 Deixe a sua contribuição:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também