Fale com seu vereador

  • Ramal: 4299-4300-4609-4921-4610-5040-5140
  • FAX: (0xx11) 3396-3962
  • Endereço para correspondência:  Câmara Municipal de São Paulo - Palácio Anchieta - Viaduto Jacareí, 100 - CEP 01319-900
  • Sala: 506

Biografia

Ely Teruel sonha e luta por uma São Paulo que proporcione uma vida digna para todos nós, não apenas para alguns poucos ricos.

Uma rápida viagem no tempo


Ely nasceu em Osasco, filha de pais bem simples e humildes. Seu pai era eletricista e sua mãe empregada doméstica. Ainda pequena, passou a morar na Cohab de Carapicuíba, onde dividia com seus pais e 7 irmãos, um apartamento de 35 metros quadrados. Com 9 anos, mudou-se para Marialva, no Paraná, onde seu pai havia conseguido uma oportunidade de emprego depois de ter sido mandando embora. Nessa época, chegou a trabalhar com seu irmão mais velho na feira livre, em uma barraca de batatas. Em 90, seu pai havia conseguindo um emprego melhor como zelador em Santos, litoral de São Paulo. O que seu pai ganhava não era o suficiente para sustentar a família.

Para não faltar comida na mesa, sua mãe chegava sempre no finalzinho das feiras livres para ver se encontrava restos de verduras pelo chão e pedir cabeças e espinhas de peixes que os feirantes descartavam. Foi com o pirão feito com o caldo dessas sobras de peixes que a Ely ganhou pernas fortes para começar a participar de competições de corrida que sempre aconteciam na cidade. Além de gostar de esporte, era uma forma também dela poder ajudar na situação em sua casa, pois uma pequena premiação sempre era dada a quem conseguisse um lugar no pódio. Essa infância, fez a Ely crescer com uma compreensão profunda da desigualdade de renda. E desde cedo, ela tinha bem claro em sua mente que o lugar de onde uma pessoa nasceu, morou e cresceu não poderia determinar o quão longe poderia ir na vida.

Avançando no Tempo


Em 95, conheceu o radialista Fábio Teruel. E desde então, não se separam mais. Ely, passou a ajudá-lo em seu trabalho de evangelização e sentiu um chamado muito forte para expandir o trabalho social que o Fábio já fazia. Em 2010 fundaram o Instituto Exército Azul, que atualmente, atende quase 600 famílias carentes com doações mensais de cestas básicas, fraldas infantis e latinhas de leite em pó. Outras dezenas de pessoas também são atendidas com doações de cadeiras de rodas, cadeiras de banho, fraldas geriátricas, muletas e camas hospitalares.

Hoje, 100% envolvida nessa missão, a Ely percebe que ajudar os outros e fazer o bem não é apenas gostar do que faz, mas vocação.


Nota: Este texto foi produzido por e é de responsabilidade do gabinete de Ely Teruel.