Penúltima audiência do Orçamento 2020 é realizada na zona Sul

Danilo Meira / CMSP

DANILO MEIRA

Cidade Ademar, Santo Amaro e Jabaquara foram os bairros em debate na penúltima Audiência Pública do Orçamento 2020, realizada pela Câmara Municipal de São Paulo no CEU (Centro Educacional Unificado) Alvarenga, localizado no Balneário São Francisco, na zona Sul da cidade.

Cerca de 100 munícipes debateram os principais problemas do bairro, apresentaram suas propostas e demandas para a região – desses, 25 se inscreveram para falar, além de outros que apresentaram suas sugestões e críticas por escrito.

O munícipe Benedito Oliveira sugeriu mais investimentos em áreas de risco. “Tivemos problemas em nossa região, que conta com afluentes da [represa] Billings. Sem investimentos, teremos problemas com as chuvas”, afirmou Oliveira.

A conselheira participativa Renata Paranhos, por sua vez, criticou a redução no orçamento para a subprefeitura de Cidade Ademar. Na comparação com o valor deste ano, houve redução de 29%. “Estamos na luta por um CEU e por moradia, e isso preocupa. Queremos um aumento nesse valor”, comentou Renata, antes de destacar a importância da Audiência Pública sobre o Orçamento ser realizada no bairro: “É muito importante que os vereadores estejam aqui, ouvindo o povo, a população. Eles são quem vão levar nossas reivindicações”, disse ela.

Já o autônomo Sebastião Bittencourt, que também esteve presente, cobrou investimentos em Santo Amaro. “Eu espero que este orçamento contemple as questões viárias e de mobilidade, para desobstruir o Largo 13. E também que sejam construídas mais casas de acolhimento, escolas e creches”, disse Bittencourt.

O vereador Rodrigo Goulart (PSD), que presidiu a audiência, ressaltou a importância das audiências regionais. “São três regiões da zona Sul muito populosas, e temos trabalhado muito para que o orçamento atenda às demandas reais da população”, disse Goulart.

Relatório final
As audiências do Orçamento 2020 chegam ao fim neste sábado (30/11). A partir de agora, o Projeto de Lei segue para a elaboração do relatório final, que será realizado pelo vereador Atílio Francisco (REPUBLICANOS). “É um trabalho extenso realizado por cada vereador junto à população, que à medida que o tempo passa vai tomando conhecimento e caminha junto. Quanto mais participação, melhor o resultado”, disse o vereador, na conclusão da audiência.

Também estiveram presentes os vereadores Alfredinho (PT) e Jair Tatto (PT), além de representantes das subprefeituras envolvidas no debate.

Deixe uma resposta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também