Projeto que disciplina a implantação de crematório de animais na capital paulista se torna lei

CAROL FLORES
HOME OFFICE

No início desta semana, o prefeito Ricardo Nunes (MDB) sancionou o PL (Projeto de Lei) 60/2021, agora Lei nº 17.750/2022, que disciplina a implantação de crematório e incineração de cadáveres animais na capital paulista. A nova lei foi publicada no Diário Oficial da cidade de São Paulo na edição do dia 25 de janeiro.

O projeto que é de autoria do vereador Camilo Cristófaro (PSB) e conta com  coautoria dos vereadores Gilberto Nascimento Jr. (PSC), Sandra Santana (PSDB), Faria de Sá (PP), Ely Teruel (PODE), Felipe Becari (PSD) e Rodrigo Goulart (PSD), permite prática de cremação e incineração de cadáveres animais, bem como destinar terreno municipal e instalar incinerador específico para animais de pequeno e médio porte, pelo Serviço Funerário da capital, ou por terceiros, através de concessão de serviços.

Em justificativa, o autor destaca que o Brasil é o terceiro maior país em população total de animais de estimação com aproximadamente 139,3 milhões de pets, sendo que mais de um quarto dos animais de estimação estão em São Paulo.

De acordo com o parlamentar, ainda há muita dúvida sobre como proceder com a morte das mascotes e que a Prefeitura recebe gratuitamente cadáveres de animais para incineração nos transbordos, local que recebe resíduo domiciliar.

Além da questão emocional em dar um destino digno aos animais de estimação, o projeto ainda visa diminuir o impacto ambiental causado pelo descarte incorreto dos corpos dos animais, o que pode gerar contaminação no solo e na água e assim transmitir doenças para os seres humanos.

3 Contribuições

Carlos morgado

55 vereadores, que não consegui criar uma lei para reciclagem do lixo da Cidade de São Paulo, que 95% poderia ser reciclado evitando que esses lixos chegam aos córregos e rios evitando alargamento na cidade de São Paulo. Não é necessário criar uma taxa os moradores que não cumprirem na primeira vez receberia uma notificação caso não comprir com a lei aprovada receberia uma multa, empresas interessadas no recolhimento do lixo reciclado teriam lucros na vendas e o lixo orgânico serveria para fazer adubo. A cidade de São Paulo, agradeceria

Responder
Lilia Alves Moreira

Achei muito Bom, demorou aparecer uma cabeça pensante, parabéns a todos que participaram.

Responder
Terezinha Borba Elias

Boa tarde!
Gostei muito da notícia que agora terá crematório municipal para nossos amados animais de estimação. Quero aqui,agradecer de coração a todos os vereadores envolvidos nesta PL.
Mas a minha dúvida é,onde será o local?

Responder

Este é um espaço de livre manifestação. É dedicado apenas para comentários e opiniões sobre as matérias do Portal da Câmara. Sua contribuição será registrada desde que esteja em acordo com nossas regras de boa convivência digital e políticas de privacidade.

Nesse espaço não há respostas - somente comentários. Em caso de dúvidas, reclamações ou manifestações que necessitem de resposta clique aqui e fale com a Ouvidoria da Câmara Municipal de São Paulo.

 Deixe a sua contribuição:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também