Comitê de Crise da Educação quer esclarecimentos sobre distribuição de tablets aos alunos da rede pública

KAMILA MARINHO
HOME OFFICE

Em‌ ‌reunião‌ ‌nesta‌ quinta-feira‌ (6/5), ‌ os integrantes do Comitê Emergencial de crise da Educação, vinculado à Comissão de Educação, Cultura e Esportes, debateram sobre os encaminhamentos e o papel do Comitê para contemplar todas as categorias envolvidas no debate. O debate foi conduzido pelo presidente da Comissão, vereador Eliseu Gabriel (PSB).

Tablets

Um dos assuntos trazidos por Luka Franca, representante do Movimento Famílias pela Vida, foram denúncias referentes a tablets que foram entregues sem configuração para serem utilizados pelos alunos da rede pública. “As crianças não conseguem fazer uma busca ativa efetivamente, porque a configuração é bloqueada para isso, nem a câmera se consegue abrir. Nós já estamos na justiça com uma ação para resolvermos esse assunto”, comentou Luca, integrante do grupo de debate.

“São vários problemas, os equipamentos que não estão ligando, que só funcionam ligados à tomada etc. Precisamos esclarecer sobre a rotina de funcionamento e também sobre manutenção, quando a gente fala sobre o ensino remoto”, comentou Christian Sznick, diretor de imprensa do SINESP (Sindicato dos Especialistas de Educação do Ensino Público Municipal de São Paulo).

Convites

O vereador Eliseu Gabriel, em nome do Comitê, vai solicitar ao Executivo que envie para a próxima reunião um representante da Secretaria Municipal de Educação. O objetivo é esclarecer sobre a distribuição e manutenção dos tablets entregues à rede municipal de ensino.

Também ficou definido que Comitê encaminhará convite à Secretaria Municipal de Saúde para que um representante da pasta participe da próxima reunião para debater sobre o retorno presencial dos alunos às escolas.

Também participaram da reunião virtual, as vereadoras Cris Monteiro (NOVO), Sandra Tadeu (PSDB), e os vereadores Celso Giannazi (PSOL) e o Eduardo Suplicy (PT).

Outros assuntos

Os integrantes do Comitê ainda debateram sobre a greve dos educadores, vacinação dos professores, ensino remoto e alimentação nutricional nas escolas. Para conferir a reunião do Comitê emergencial na íntegra, clique aqui.

 

Este é um espaço de livre manifestação. É dedicado apenas para comentários e opiniões sobre as matérias do Portal da Câmara. Sua contribuição será registrada desde que esteja em acordo com nossas regras de boa convivência digital e políticas de privacidade.

Nesse espaço não há respostas - somente comentários. Em caso de dúvidas, reclamações ou manifestações que necessitem de resposta clique aqui e fale com a Ouvidoria da Câmara Municipal de São Paulo.

 Deixe a sua contribuição:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também