Comissão de Relações Internacionais ouve secretária Marta Suplicy

JRaposo | REDE CÂMARA

JOTA ABREU
HOME OFFICE

A Comissão Extraordinária de Relações Internacionais realizou reunião ordinária virtual nesta quarta-feira (28/4) e recebeu a secretária municipal de Relações Internacionais, Marta Suplicy e o diretor-executivo do Instituto Global Attitude, para discutir ações e perspectivas para São Paulo em situação de pandemia, pós-pandemia e intercâmbio entre cidades-irmãs. Participaram da reunião os vereadores Aurélio Nomura (PSDB), presidente do colegiado, Cris Monteiro (NOVO), Professor Toninho Vespoli (PSOL), André Santos (REPUBLICANOS) e Arselino Tatto (PT).

Em sua conversa com os integrantes, Marta Suplicy disse que todos esperam o melhor para a cidade de São Paulo, e que para isso, é sempre necessário haver o diálogo constante dos poderes constituídos. “Uma cidade da dimensão de São Paulo precisa buscar recursos internacionais. Os problemas de uma cidade grande também são gigantescos e correspondem ao número de habitantes”, disse.

Marta também disse que a cidade precisa olhar para o momento com atenção para dois aspectos importantes: a preservação do meio ambiente e a superação da pandemia da Covid-19. Ela ressaltou a importância da obediência e adequação da cidade aos protocolos internacionais de sustentabilidade para a conquista de avanços. E que a secretaria tem a responsabilidade de buscar recursos para ajudar a fazer parcerias com as outras pastas, para tornar São Paulo um exemplo de repercussão internacional.

A secretária ressaltou que São Paulo precisa participar da Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas que vai ocorrer em novembro deste ano, em Glasgow, na Escócia. A ideia será apresentar os avanços que a cidade já conquistou, através do Plano de Ações Climáticas da cidade, que está pronto, e ainda não foi lançado. Ela também defendeu que São Paulo deve participar de fóruns internacionais das principais cidades internacionais.

A secretária ainda disse que o saneamento básico e a busca por soluções de combate às enchentes é uma das prioridades, através de investimentos internacionais, inclusive com instrumentos de ações ambientais. Marta ainda falou sobre outras prioridades nas áreas de inovação, transporte, saúde, combate ao racismo estrutural, entre outros temas que também podem ser intermediados pela pasta.

Educação Global

Durante sua participação, Rodrigo Reis, diretor-executivo do Instituto Global Attitude, explicou que a organização desenvolve em sete escolas da cidade o programa MONUEM-ERESP, que é um Modelo de Simulação da ONU para Ensino Médio, formato criado na Universidade de Harvard há mais de 40 anos, com o objetivo de desenvolver habilidades como falar em público, saber ouvir e se aprofundar em assuntos internacionais. “Buscamos a ampliação do entendimento sobre educação global, competência global e cidadania global. É um programa que está pronto para ser levado para mais escolas e os jovens da nossa cidade, aumentando as chances de que eles possam se qualificar”, disse Reis.

Aprovação

A comissão ainda aprovou um requerimento do vereador André Santos (REPUBLICANOS) para convidar o secretário municipal de Educação, Fernando Padula, sobre implantação da Lei 17.257/2019 para oferecer cursos gratuitos de idiomas aos alunos da cidade. Ainda não há data para o debate.

2 Contribuições

Rui Tavares Maluf

Seria importante que em cada notícia sobre a realização de determinado evento houvesse a informação se há vídeo disponível, como em relação a reunião da comissão extraordinária de relações internacionais.

Responder

Este é um espaço de livre manifestação. É dedicado apenas para comentários e opiniões sobre as matérias do Portal da Câmara. Sua contribuição será registrada desde que esteja em acordo com nossas regras de boa convivência digital e políticas de privacidade.

Nesse espaço não há respostas - somente comentários. Em caso de dúvidas, reclamações ou manifestações que necessitem de resposta clique aqui e fale com a Ouvidoria da Câmara Municipal de São Paulo.

 Deixe a sua contribuição:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também