Comissão da Saúde realiza primeira reunião ordinária de 2020

Luiz França / CMSP

Comissão de Saúde nesta quarta-feira (05/2)

KAMILA MARINHO
DA REDAÇÃO

Na primeira reunião da Comissão de Saúde, Promoção Social, Trabalho e Mulher em 2020, realizada nesta quarta-feira, (5/2), oito Projetos de Lei que estavam em pauta foram analisados.

A presidente da Comissão, Edir Sales (PSD), destacou o PL 453/2018, de autoria do vereador Aurélio Nomura (PSDB). O texto propõe que a rede municipal de saúde ofereça aos parceiros de mulheres gestantes uma série de exames diagnósticos, como hepatite B, diabetes, HIV e colesterol.

“Os homens também precisam fazer os exames preventivos durante a gravidez da parceira, assim como as mulheres. Isso é fundamental para a saúde do casal”, observou.

Dois parlamentares apresentaram requerimentos aprovados pela Comissão.

O vereador Gilberto Natalini (PV) solicitou que o colegiado receba representantes da secretaria municipal de saúde para que expliquem como São Paulo está se preparando para o combate ao Coronavírus.

“Eu tenho certeza que a autoridade sanitária municipal já está discutindo e analisando a situação. O que nós queremos é que a Câmara seja informada. Desta forma, os vereadores podem assumir responsabilidades e auxiliar o poder público e a população”, explicou o parlamentar.

A vereadora Juliana Cardoso (PT) também apresentou um requerimento durante a reunião ordinária. A parlamentar solicita esclarecimentos, por parte da secretaria municipal de saúde, sobre a prestação de serviços do Hospital Tide Setubal, em São Miguel Paulista, zona leste da capital.

“São várias denúncias de irregularidades, desde falta de médicos, medicamentos e atendimento precário,” enfatizou.

Também participaram da reunião os vereadores Celso Giannazi (PSOL) e Patrícia Bezerra (PSDB).

Deixe uma resposta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também