Câmara de Vereadores finaliza eleição da Mesa Diretora para 2020

André Moura / CMSP

Mesa Diretora 2020

MARCO ANTONIO CALEJO
DA REDAÇÃO

Os novos integrantes da Mesa Diretora da Câmara Municipal de São Paulo foram conhecidos neste domingo (15/12), em Sessão Extraordinária. Durante o processo eleitoral, foram escolhidos o presidente, 1º vice-presidente, 2º vice-presidente, 1° secretário, 2° secretário, 1° suplente e 2° suplente da Casa. Também foi definido o novo corregedor-geral da Câmara. A posse da nova Mesa Diretora será no dia 1º de janeiro de 2020.

O vereador Eduardo Tuma (PSDB) foi reeleito presidente da Câmara com 48 votos favoráveis e uma abstenção, registrada pelo vereador Fernando Holiday (DEM). Tuma apresentou um balanço em vídeo dos trabalhos realizados em 2019, quando pela primeira vez presidiu o Legislativo paulistano.

O presidente reeleito também agradeceu o apoio de todos os vereadores. “A não indicação de outro candidato mostra que esta Casa tem um trabalho em sinergia, que a discussão de 2019, apesar de muitas opiniões distintas, foi republicana, mais democrática possível. Nós construímos uma Câmara mais forte em 2019. Eu tenho certeza de que ela vai se fortalecer em 2020. Contem comigo novamente”, afirmou Tuma.

Para a 1ª vice-presidência da Câmara, foi reeleito o vereador Milton Leite (DEM), para exercer a função ao longo de 2020. Leite obteve 47 votos a favor, e houve uma abstenção, registrada pelo vereador Fernando Holiday (DEM). “Quero agradecer aos vereadores. Muito obrigado por mais esse apoio expressivo. Grato e feliz por estar na Mesa mais uma vez”, disse Leite.

O vereador Celso Jatene (PL) foi escolhido para ocupar o posto de 2° vice-presidente, com 46 votos favoráveis e uma abstenção, também de Holiday. Jatene falou sobre a expectativa para 2020. “Todos nós somos representantes da população da cidade. Então, é esse o nosso trabalho ano que vem na Mesa Diretora, cuidar do Poder Legislativo. Esperamos que cada vereador faça também a sua parte no seu mandato, para que todos saiam daqui mais fortes para a próxima eleição”, afirmou Jatene.

Já o vereador Alessandro Guedes (PT) foi eleito 1° secretário, com 34 votos. O concorrente ao cargo, vereador Reis (PT), teve seis votos. Os parlamentares Adilson Amadeu (DEM), Edir Sales (PSD), Fernando Holiday (DEM), Janaína Lima (NOVO), Ricardo Nunes (MDB), Rodrigo Goulart (PSD), Rute Costa (PSD) e Sandra Tadeu (DEM) se abstiveram.

“Quero aqui agradecer a todos, à minha bancada pela indicação, pela confiança, à minha família, as palavras daqueles que reconhecem os nossos esforços. E dizer que quem ganha é a Câmara, por cumprir a sua tradição e o seu entendimento”, disse Guedes, logo após a eleição.

Eleito 2° secretário, o vereador Souza Santos (REPUBLICANOS) foi escolhido com 46 votos a favor e uma abstenção. “Primeiramente agradeço a Deus, sempre. Quero agradecer também a minha bancada, que confiou esse voto em mim. Agradeço também a confiança da Mesa Diretora”, disse Santos.

Suplentes

Para a 1ª suplência da Mesa Diretora, foi reeleita a vereadora Soninha Francine (CIDADANIA), que obteve 42 votos favoráveis. Foi registrada uma abstenção, do vereador Holiday. “Quero agradecer o voto e dizer que tenho muito orgulho e muita alegria de fazer parte da Mesa Diretora. E de tudo que a gente vem conseguindo inovar na Câmara Municipal”, disse Soninha.

A 2ª suplência ficou com o vereador Claudinho de Souza (PSDB), reeleito com 44 votos a favor e uma abstenção, registrada pelo vereador Holiday. “A cada vereador que votou em mim, meu agradecimento. Meu abraço verdadeiro aos grandes amigos que temos na Câmara”, disse Souza.

Corregedor-geral

Por fim, foi eleito para corregedor-geral da Câmara Municipal de São Paulo o vereador Eliseu Gabriel (PSB), com 30 votos a favor e duas abstenções, registradas pelos parlamentares Souza Santos e Soninha Francine. Concorrente ao cargo, vereador Rodrigo Goulart, recebeu 15 votos.

“Temos que analisar os casos que chegarem, e os que já estão lá [na Corregedoria]. Às vezes, são casos que precisam de uma análise muito criteriosa. Nossa ideia é de ponderação, de equilíbrio e de justiça”, disse Eliseu.

Assistia à íntegra da Sessão Extraordinária que elegeu a Mesa Diretora da Câmara:

 

Deixe uma resposta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também