Vacinação antiCovid-19 de grávidas e puérperas será debatida em audiência pela Comissão de Saúde

KAMILA MARINHO
HOME OFFICE

Comissão de Saúde, Promoção Social, Trabalho e Mulher aprovou, na tarde desta quinta-feira (12/8) a realização de Audiência Pública para debater o tema “Avaliando a Vacinação Cruzada de Gestantes e Puérperas no contexto da Pandemia por Covid-19”.

A autora do requerimento, vereadora Juliana Cardoso (PT) e os outros integrantes da Comissão, vão debater sobre as análises dos dados epidemiológicos que recomendam a retomada da vacinação de gestantes e puérperas sem comorbidades, em consonância com o PNI (Plano Nacional de Imunização), com as vacinas disponíveis no país que não contenham vetor viral (Coronavac) e a de RNA mensageiro (Pfizer), entre outros assuntos.

Para o encontro, serão convidados representantes da Secretaria Municipal de Saúde, Covisa (Coordenação de Vigilância em Saúde), do SINDSEP (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais) e do Movimento de Mulheres.

“Este requerimento é muito importante. Realmente as informações são cruzadas e precisamos entender mais sobre isso. Quero muito contribuir e também trazer convidados para esse debate. É um tema sensível e atual”, comentou o vereador Felipe Becari (PSD), presidente da Comissão.

Saúde Mental

Outra Audiência Pública que será realizada pelo colegiado no segundo semestre foi sugerida pela vereadora Luana Alves (PSOL). Para discutir sobre a saúde mental dos trabalhadores da área de Saúde, Assistência Social e dos Direitos Humanos, que estão na linha de frente no trabalho de combate à Covid-19, serão convidados integrantes de conselhos de classe, especialistas, trabalhadores, além de representantes do Executivo e outras instituições que trabalham para barrar a pandemia do novo coronavírus.

“É uma Audiência Pública para falarmos sobre o bem-estar psíquico de quem não parou de trabalhar durante a pandemia. Todos nós já ouvimos muitos relatos sobre o tem”, comentou Luana.

Projetos de Lei

Na pauta do dia, os parlamentares apreciaram nove Projetos de Lei. Entre os itens analisados, foi aprovado por unanimidade, o parecer favorável ao PL (Projeto de Lei) 358/2020, de autoria da vereadora Sandra Tadeu (DEM), que determina a obrigatoriedade aos estabelecimentos comerciais, industriais e de prestação de serviço da realização de testes de diagnóstico para o Sars-Cov-2 (Covid-19) em trabalhadores da iniciativa privada.

Segundo a proposta, os testes devem ser realizados em todos os estabelecimentos comerciais, industriais e de prestação de serviço que contenham mais de 100 funcionários. A relatoria foi da vereadora Luana Alves (PSOL).

Quórum da reunião

Também participaram desta primeira reunião após recesso parlamentar os vereadores Alfredinho (PT)Fabio Riva (PSDB)Rinaldi Digilio (PSL) e Xexéu Tripoli (PSDB).

Confira aqui a íntegra da reunião.

Este é um espaço de livre manifestação. É dedicado apenas para comentários e opiniões sobre as matérias do Portal da Câmara. Sua contribuição será registrada desde que esteja em acordo com nossas regras de boa convivência digital e políticas de privacidade.

Nesse espaço não há respostas - somente comentários. Em caso de dúvidas, reclamações ou manifestações que necessitem de resposta clique aqui e fale com a Ouvidoria da Câmara Municipal de São Paulo.

 Deixe a sua contribuição:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também