Situação das obras da Ponte Lapa-Pirituba será debatida em audiência pública da Comissão de Política Urbana

JRaposo | REDE CÂMARA

Reunião ordinária da Comissão de Política Urbana, Metropolitana e Meio Ambiente desta quarta-feira (5/5)

DANIEL MONTEIRO
HOME OFFICE

Nesta quarta-feira (5/5), durante a 9ª Reunião Ordinária de 2021 da Comissão de Política Urbana, Metropolitana e Meio Ambiente, os vereadores aprovaram requerimento que propõe a realização de uma Audiência Pública virtual para tratar da paralisação das obras da Ponte Lapa-Pirituba.

De autoria do vereador Antonio Donato (PT), o documento aponta que a construção da Ponte Lapa-Pirituba – que ligaria os dois lados da Avenida Raimundo Pereira de Magalhães, dividida pelo Rio Tietê – começou em 2019, mas foi interrompida em 9 de abril de 2020 por decisão judicial. Desde então, a obra está parada e a Audiência Pública visa debater essa situação.

O requerimento sugere que sejam convidados para o debate representantes da Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras, da SP Obras (São Paulo Obras) e da SP Urbanismo (São Paulo Urbanismo). Após deliberação da Comissão de Política Urbana, também ficou acordado que serão convidados para a Audiência Pública representantes da Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente.

Pareceres

A Comissão de Finanças também aprovou parecer contrário ao PL (Projeto de Lei) 362/2018, de autoria do ex-vereador Ricardo Nunes (MDB) e coautoria do vereador Marcelo Messias (MDB). A iniciativa propõe a doação, ao Instituto Cafu, de uma área municipal situada entre as ruas Serra dos Dois Irmãos e Alves de Souza, no Jardim Amália, Capão Redondo, com o objetivo de manter programas que incentivem a inclusão social da comunidade do Jardim Irene e bairros vizinhos.

O parecer contrário do relator do projeto, vereador Aurélio Nomura (PSDB), foi dado devido ao encerramento das suas atividades sociais, esportivas e culturais do Instituto Cafu, o que fez o Projeto de Lei perder seu objeto.

A reunião desta quarta-feira foi conduzida pelo presidente da Comissão de Política Urbana, vereador Paulo Frange (PTB). Participaram o vice-presidente do colegiado, vereador André Santos (REPUBLICANOS) e os vereadores Antonio Donato (PT), Ely Teruel (PODE), Rodrigo Goulart (PSD) e Silvia da Bancada Feminista (PSOL), membros da Comissão. A íntegra dos trabalhos pode ser conferida aqui.

Uma Contribuição

RUBENS LOPES

Porque deixaram a construção da Ponte chegar nesse estágio e embargar a obra agora?
Quem ganha com essa atitude criminosa?

Responder

Este é um espaço de livre manifestação. É dedicado apenas para comentários e opiniões sobre as matérias do Portal da Câmara. Sua contribuição será registrada desde que esteja em acordo com nossas regras de boa convivência digital e políticas de privacidade.

Nesse espaço não há respostas - somente comentários. Em caso de dúvidas, reclamações ou manifestações que necessitem de resposta clique aqui e fale com a Ouvidoria da Câmara Municipal de São Paulo.

 Deixe uma resposta para RUBENS LOPES Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também