Plano para São Paulo ser polo turístico “top ten” é debatido em comissão

Luiz França / CMSP

Comissão Extraordinária de Apoio ao Desenvolvimento do Turismo, do Lazer e da Gastronomia (15/10)

LUANA GASPAROTTO
DA REDAÇÃO 

Em reunião da Comissão Extraordinária de Apoio ao Desenvolvimento do Turismo, do Lazer e da Gastronomia, nesta terça-feira (15/10), foi apresentado o Plano Municipal de Turismo do município. A principal meta é que São Paulo seja, até 2030, um dos 10 principais destinos turísticos do mundo. Ainda em debate, a proposta será lançada até o mês que vem.

Estiveram presentes no encontro alguns representantes da Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo, da SPTuris (São Paulo Turismo) e de entidades ligadas a feiras de artesanato da cidade.

Segundo Maria Camila Florêncio, analista de políticas públicas da Secretaria Municipal de Turismo, a pasta recebeu a missão, em 2018, quando foi criada, de formular o plano municipal. Inicialmente a proposta teria como horizonte o ano de 2021. Por conta do impacto das sugestões recebidas, no entanto, a secretaria decidiu ampliar o escopo.

A secretaria trabalha com a perspectiva de ter centenas de metas e desafios para a prefeitura. “Para implementar as metas e promover as transformações, precisaremos muito do auxílio da Câmara. Nossa ideia é, nas próximas reuniões, organizar uma agenda junto à comissão, não só para apresentar os projetos mas também para conseguir o apoio da Casa”, afirmou a representante da secretaria.

Números do turismo paulistano

Na apresentação da Secretaria Municipal de Turismo, foram mostrados alguns dados sobre a área na capital paulista, que é o principal destino turístico do país. Segundo a secretaria, em 2018, mais de 15 milhões de pessoas visitaram a cidade, movimentando aproximadamente R$ 13 bilhões.

Presidente da SPTuris, Osvaldo Arvate Júnior comentou os dados. “Algumas informações precisam de uma apuração mais detalhada, pois há pesquisas de campo muito grandes e caras. Então, estamos procurando meios de conseguir obter dados de forma mais barata e com mais confiabilidade”, ressaltou Arvate Júnior.

Para o presidente do colegiado, vereador Rodrigo Goulart (PSD), a participação da comissão para a conclusão do plano trará frutos. “Tudo apresentado aqui hoje irá gerar grandes avanços projetados para o turismo de São Paulo,  inclusive na questão orçamentária, para que possamos arrecadar mais e desenvolver o turismo da cidade”, afirmou Goulart.

Estiveram presentes os vereadores Gilberto Nascimento Jr. (PSC), José Police Neto (PSD) e Soninha Francine (CIDADANIA).

 

Deixe uma resposta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também