Comissão de Turismo discute retomada de eventos e feiras na cidade

JRaposo | REDE CÂMARA

Reunião ordinária virtual da Comissão Extraordinária de Apoio ao Desenvolvimento do Turismo, do Lazer e da Gastronomia desta terça-feira (1/6)

JOTA ABREU
HOME OFFICE

A reunião ordinária da Comissão Extraordinária de Apoio ao Desenvolvimento do Turismo, do Lazer e da Gastronomia desta terça-feira (1/6) voltou a ser espaço de debate sobre a importância das feiras de negócios e eventos para o desenvolvimento econômico da cidade de São Paulo.

Durante a reunião, houve uma exposição tratando da trajetória histórica da realização de eventos para exposição de produtos e realização de negócios, feita após estudo de pesquisa organizado por José Guimar Cocco Junior, consultor-supervisor da Consultoria de Administração Pública da Câmara Municipal.

Conforme explicou Cocco, o setor de eventos e feiras trabalha em conjunto com o lazer e a gastronomia para o desenvolvimento do turismo de São Paulo. Ele concluiu que a cidade tem uma cultura de exposições, que consiste em promover, expor e vender produtos. Segundo o consultor, essa cultura é muito presente na cidade e ao longo do tempo foi se transformando através das formas de como expor os produtos, e as técnicas desenvolvidas para estes eventos, trazem em si características da cidade de São Paulo.

Em seguida, ele detalhou as diversas formas de exposições, debates, feiras e eventos com a finalidade de gerar negócios e desenvolvimento econômico. Para isso, abordou o período desde 1872 (época da primeira ideia embrionária de exposição em São Paulo) até 1970 (idealização do pavilhão do Anhembi).

Retomada do setor

O vereador Sansão Pereira (REPUBLICANOS) tratou da retomada das atividades dos setores representados pela Comissão. Ele citou um protocolo elaborado pelo Hospital das Clínicas com medidas de prevenção e cuidados para o retorno dos negócios das áreas com segurança contra a contaminação pela Covid-19.

O documento foi apresentado em reunião com a Secretaria Estadual de Turismo, da qual participaram representantes dos setores, e vereadores da Comissão, e na qual foi solicitada maior flexibilização para as atividades do setor. O vereador lembrou que, na ocasião, a taxa de ocupação permitida era de 25%, aumentou atualmente para 40%, e deve ir para 60% a partir de 15 de junho, principalmente para o setor de gastronomia.

Pereira também lembrou que, na aprovação do Programa de Parcelamento Incentivado (PPI) pela Câmara Municipal, foram incluídos créditos tributários a favor do município, inclusive os colocados na dívida ativa. Ele também citou outros ganhos para o setor no PPI.

Durante a reunião, os integrantes também deliberaram pela inclusão de dois integrantes na comissão julgadora do “Troféu São Paulo: Capital Mundial da Gastronomia”. Serão admitidos um representante da Secretaria Municipal de Trabalho e Empreendedorismo e da ABIH (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis) de São Paulo.

Participaram da reunião conduzida pelo presidente da Comissão, vereador Rodrigo Goulart (PSD), e teve participação do vice-presidente, Sansão Pereira (REPUBLICANOS), João Jorge (PSDB) e Renata Falzoni (PV).

Ainda marcaram presença e fizeram manifestações Eduardo Daher, presidente da Confraria de Gastronomia Árabe, José Carlos Freitas, presidente da Associação dos Permissionários do Mercado Municipal Paulistano, Miriam Petrone, presidente Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo, Virgílio Carvalho, membro do Conselho Estadual de Turismo de São Paulo, Armando Arruda, representando o Sindiprom (Sindicato das Empresas de Promoção e Organização de Eventos), entre outros.

A íntegra da reunião pode ser conferida aqui.

Este é um espaço de livre manifestação. É dedicado apenas para comentários e opiniões sobre as matérias do Portal da Câmara. Sua contribuição será registrada desde que esteja em acordo com nossas regras de boa convivência digital e políticas de privacidade.

Nesse espaço não há respostas - somente comentários. Em caso de dúvidas, reclamações ou manifestações que necessitem de resposta clique aqui e fale com a Ouvidoria da Câmara Municipal de São Paulo.

 Deixe a sua contribuição:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também