Comissão de Turismo discute importância da culinária oriental na gastronomia paulistana

André Bueno | REDE CÃMARA SP

Reunião da Comissão Extraordinária de Apoio ao Desenvolvimento do Turismo, do Lazer e da Gastronomia desta terça-feira (23/11)

FELIPE PALMA
DA REDAÇÃO

A Comissão Extraordinária de Apoio ao Desenvolvimento do Turismo, do Lazer e da Gastronomia desta terça-feira (23/11) recebeu representantes do setor da gastronomia japonesa. Marcelo Shiraishi, presidente da ABJH (Associação Brasileira da Gastronomia Japonesa), explicou que o segmento do ponto de vista econômico é bastante representativo, sendo mais de 600 restaurantes em São Paulo. “Representamos perante o setor de pescados como grandes consumidores, geramos inúmeros empregos, além de pertencermos a um dos segmentos que mais tem restaurantes na cidade”.

O sócio-proprietário de um estabelecimento oriental na capital paulista, Takaaki Yasumuto, disse que a ABJH tem como papel orientar e tirar dúvidas por meio de informações sobre a culinária local. O chef comentou também sobre a diferença entre a cozinha japonesa daquela que é oferecida no Brasil. “Tem bastante diferença. A minoria dos estabelecimentos é um restaurante tradicional que preza pelo jeito que é feito lá no Japão. A culinária japonesa não é só sushi e sashimi, tem uma variedade de pratos quentes que devem ser explorados”. Takaaki Yasumuto completou que a associação tenta implementar toda esta variação no cardápio dos restaurantes aqui de São Paulo.

Diretor da ABRASEL-SP (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), Luizinho Hirata pontuou durante a reunião que a gastronomia japonesa tem muito a contribuir para todo o país. “A gente tem um estilo de trabalho diferente das outras culturas. Somos formadores de mão de obra, mas diferentemente dos meios convencionais, já que trabalhamos com valores ancestrais”.

O presidente da Comissão de Turismo, vereador Rodrigo Goulart (PSD), destacou a dimensão do setor ao falar sobre a importância da relação entre a ABJH e outras entidades. “Nossa missão passa por tentar expor à sociedade paulistana todo este trabalho de aproximação entre as duas culturas gastronômicas. Queremos fazer mais parcerias e divulgar através da Comissão”.

A reunião, que pode ser conferida na íntegra neste link, ainda contou com a participação do vice-presidente da Comissão, vereador Sansão Pereira (REPUBLICANOS) e dos vereadores Marcelo Messias (MDB) e Sandra Santana (PSDB).

Este é um espaço de livre manifestação. É dedicado apenas para comentários e opiniões sobre as matérias do Portal da Câmara. Sua contribuição será registrada desde que esteja em acordo com nossas regras de boa convivência digital e políticas de privacidade.

Nesse espaço não há respostas - somente comentários. Em caso de dúvidas, reclamações ou manifestações que necessitem de resposta clique aqui e fale com a Ouvidoria da Câmara Municipal de São Paulo.

 Deixe a sua contribuição:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também