Saúde, educação e enchentes são temas na Sessão Plenária

Afonso Braga / CMSP

Sessão Plenária desta terça-feira (18/2)

MARCO ANTONIO CALEJO
DA REDAÇÃO

Na sessão desta terça-feira (18/2), no Plenário 1° de Maio da Câmara Municipal de São Paulo, vereadores utilizaram a Tribuna para debater assuntos relacionados à capital paulista.

Os principais temas discutidos pelos parlamentares foram saúde, educação e os problemas com as enchentes.

Chuvas

Adilson Amadeu (PTB)

O primeiro a subir à Tribuna foi o vereador Adilson Amadeu (DEM), que encaminhou um ofício à secretaria municipal do Verde e do Meio Ambiente para que a pasta fiscalize o escoamento da água das chuvas de locais particulares:

“Que (a secretaria) também peça permissão em áreas privadas, como hospitais, universidades e shoppings, para que veja se a água das chuvas está sendo escoada pelas galerias. São ambientes privados, mas eles têm que colaborar com o município”, disse Amadeu.

Gilberto Natalini (PV)

O vereador Gilberto Natalini (PV) também falou sobre os problemas provocados pelas enchentes na cidade de São Paulo:

“É preciso preparar a cidade para estas chuvas. São Paulo não tem resiliência para suportar a quantidade de água que está caindo do céu. Cada ano o volume é maior devido às mudanças climáticas e o aquecimento global”.

Soninha Francine (CIDADANIA)

Ainda sobre as enchentes, a vereadora Soninha Francine (CIDADANIA) apresentou um estudo do geólogo Álvaro Rodrigues dos Santos. De acordo com Soninha, o material detalha as ações previstas no relatório do Comitê de Chuvas e Enchentes da Câmara Municipal:

“O relatório fala que tem que ter grandes obras, grandes intervenções, projetos de engenharia de grande volume, mas também tem que ter uma infinidade de pequenas obras e pequenas intervenções. Não é uma coisa ou outra”, falou Soninha.

Educação

Alfredinho (PT)

Outro tema debatido durante a Sessão Plenária foi o da educação. O vereador Alfredinho (PT) criticou o fechamento de creches no Distrito do Grajaú, Zona Sul da capital:

“Neste momento temos 700 crianças fora das creches lá no Cocaia e no Jardim das Gaivotas, porque houve um problema de convênio com as creches de uma entidade. Mas até agora o secretário não conseguiu trocar a entidade e resolver o problema das crianças”, falou Alfredinho.

O vereador Toninho Vespoli (PSOL) utilizou a Tribuna para falar do TEG (Transporte Escolar Gratuito). Segundo Vespoli, ele tem recebido reclamações sobre o transporte público dos estudantes da capital paulista. O parlamentar disse ainda que tem um Projeto de Lei em tramitação na Câmara que garante a condução escolar aos estudantes:

Toninho Vespoli (PSOL)

“Nosso mandato tem se empenhado, não tem medido esforços para levantar bem alto a bandeira do transporte escolar público e gratuito. E assim continuaremos com certeza esse ano aqui na Casa”, disse Vespoli.

Também sobre a educação da capital paulista, o vereador Prof. Claudio Fonseca (CIDADANIA) falou sobre a convocação de professores que passaram em concurso público:

Prof. Claudio Fonseca (CIDADANIA)

“Foi publicada a convocação de 350 professores de educação infantil, que vão escolher vagas agora na sexta-feira (21/2). Além da convocação de aprovados em concurso, especialmente para a região Campo Limpo (Zona Sul), foi autorizada, inclusive, a contratação emergencial de professores”, disse Fonseca.

Saúde

Paulo Frange (PTB)

Da Tribuna do Plenário, o vereador Paulo Frange (PTB) informou que na próxima quinta-feira (20/2), às 10 horas, será inaugurada uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento), em Jaçanã, Zona Norte da capital paulista.

Frange destacou a importância das UPAs para atender urgências e emergências:

“Cada UPA atende um número aproximado de 300 mil habitantes. É o suficiente para o atendimento de urgências e emergências. Portanto, 300 mil vezes 14 (número de UPAS na cidade), são cinco milhões e 200 mil pessoas em São Paulo que já têm cobertura de urgência e emergência”, falou Frange.

Assista a Sessão Plenário desta terça-feira:

Deixe uma resposta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também