GCMs  pedem equipamentos de proteção em reunião de Comissão

 

ORD-SAUDE-TRABALHO-LUIZ-FRANCA-07984-300ABRE123

Vereadores que compõem a Comissão de Saúde da Câmara Municipal
Foto: Luiz França / CMSP

 

MARCOS CAMPOS
DA TV CÂMARA

Máscaras de proteção e luvas para a GCM (Guarda Civil Metropolitana) durante o trabalho de limpeza na cracolândia, região central da cidade, foram reivindicados aos vereadores na reunião da Comissão de Saúde da Câmara Municipal nesta quarta-feira (22/6).

Segundo o presidente da Associação Brasileira dos Guardas Municipais, os equipamentos são para evitar doenças respiratórias e de pele durante as intervenções realizadas na região da cracolândia.

“Então, nós temos já queixas de guardas com doenças pulmonares e de doenças de pele. O que nós queremos é máscara e equipamento para estar lidando com esta situação. Seria uma jaqueta, um jaquetão como o do bombeiro, e também luvas, para estar atuando especificamente no momento da limpeza”, esclareceu Ezequiel Edson Faria, presidente da Associação.

“A única coisa que a gente exige é que sejam dados os meios, porque realmente o guarda fica ao acaso, correndo todos os riscos, todas as enfermidades possíveis. Nós tivemos guardas com doenças de pele, com doenças respiratórias, e eu acredito que se o poder público tem investimento para fazer isso, tem de ter para a guarda também”, disser o vereador Joselito (PCdoB), integrante da Comissão de Saúde.

A Comissão realizará na próxima quarta-feira uma audiência pública com representantes da prefeitura para discutir o assunto.

“Nós vamos tentar trazer aqui ao mesmo tempo o secretário de Serviços, que responde pela coleta de lixo na cidade, o secretário de Saúde, para falar como está o projeto De Braços Abertos, a secretária de Assistência Social, o secretário de Segurança Pública municipal, para falar do Guarda, e a secretaria de Direitos Humanos”, disse o vereador Calvo (PDT), presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal.

Veja também