Experiências com reciclagem de vidro são relatadas na Comissão de Turismo

André Moura / CMSP

Comissão de Apoio ao Desenvolvimento do Turismo (10/12)

LETÍCIA GOMES 
DA REDAÇÃO 

Reunião da Comissão Extraordinária de Apoio ao Desenvolvimento do Turismo, do Lazer e da Gastronomia, realizada nesta terça-feira (10/12), na Câmara Municipal, recebeu representantes de empresas startups com atuação na cidade de São Paulo, para discutir práticas e serviços em prol da economia circular do vidro. O objetivo foi aproveitar a experiência para ampliar os serviços de coleta em bares, hotéis e restaurantes.

Para a vereadora Soninha Francine (CIDADANIA), a comissão tem tratado o turismo como uma cadeia de negócios superimpactantes, o que afetaria turistas e munícipes. “Estamos tratando de estabelecimentos que são grandes geradores de resíduos reciclável e orgânico, que pode contribuir muito para destinação correta do material reciclável”, disse Soninha.

Segundo a vereadora, o comércio de bebidas tem papel fundamental na economia, visto que o vidro é um dos resíduos típicos de bares, hotéis e restaurantes. “Esse resíduo poder ter um impacto negativo, mas pode ser também muito positivo, temos que rever muitas das normas de coleta e limpeza urbana. Ainda tem muitas coisas restritivas em relação às cooperativas”, disse Soninha.

Para Soninha, são necessárias mudanças na legislação, no sentido de modernizar os processos. “Caso os setores aderirem a uma das diversas formas de coletas e destinação de vidro, é possível atingir uma escala com adesão de grandes geradores”, concluiu a parlamentar.

André Moura / CMSP

Comissão Extraordinária de Apoio ao Desenvolvimento do Turismo (10/12)

Festival de Natal

Durante a reunião, representantes da SPTuris (Secretaria Municipal de Turismo) também apresentaram as novas propostas da 2ª Edição do Festival de Natal de São Paulo. Com atrações programadas entre 9 e 23 de dezembro, a expectativa é a cidade receber mais de 1 milhão de visitantes.

Presidente da comissão, o vereador Rodrigo Goulart (PSD) avaliou positivamente as discussão realizadas ao longo do semestre. “Tivemos grandes reuniões com os mais diversos temas, inclusive o orçamento. Já temos frutos dessas discussões, e tenho certeza que para 2020 essas conquistas serão efetivas para o turismo e gastronomia da cidade de São Paulo”, disse Goulart.

Deixe a sua contribuição:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também