Comissão discute instalação de CPI dos Planos de Saúde

MARCELO MIURA
DA TV CÂMARA

Os vereadores que fazem parte da Comissão de Saúde discutiram nesta quarta-feira (11/3) a instalação da CPI dos Planos de Saúde na cidade e marcaram uma audiência pública para discutir outro problema que assola a cidade: a dengue.

A vice-presidente da Comissão de Saúde, vereadora Patrícia Bezerra (PSDB) destacou as denúncias que levaram a criação da subcomissão dos planos de saúde no ano passado. “Abuso, negativas de atendimento, negativas de cirurgia, cheque caução, interrupção de tratamento de câncer, coisas que iam de um grau de urgência 1 a um grau de urgência 10″, exemplificou.

Segundo a vereadora que presidirá a CPI, a fiscalização será enérgica. “Queremos proporcionar medidas que façam com que tenhamos formas de intervir, nem que seja necessário criar um órgão correspondente à ANS (Agência Nacional de Saúde) na cidade de São Paulo”, disse.

“Nós vamos ouvir os usuários, os médicos, profissionais de saúde e entidades de defesa do consumidor, e também os donos de convênios, para que a gente possa buscar um caminho para melhorar o atendimento privado à população de São Paulo. Esse é o nosso objetivo”, disse o vereador Natalini (PV), um dos integrantes da Comissão.

Dengue

Os vereadores pretendem realizar uma audiência pública na próxima quarta para discutir a possibilidade de utilização de drones no monitoramento de possíveis focos do mosquito aedes aegipt, transmissor da dengue.

“Eu gostaria de trazer essa discussão para cidade de São Paulo. Por que? Porque é rápido, é um meio eficaz, e o governo poderá imputar ao proprietário daquele lote, ou daquela residência, que ele também participe para não acumular criadouros. Se ele não debelar o foco, poderá ser multado”, defendeu o vereador Calvo (PMDB).

Veja também