Frente Parlamentar Contra Fome discute sobre a importância das cozinhas comunitárias

KAMILA MARINHO
HOME OFFICE

Nesta segunda-feira (3/5), a Frente Parlamentar Contra a Fome realizou o terceiro encontro virtual do grupo suprapartidário da Câmara Municipal de São Paulo. O debate conduzido pela vereadora Cris Monteiro (NOVO) teve como tema “São Paulo, Pandemia e as Cozinhas Comunitárias”. Participaram das discussões, Carlos Kaufmann, idealizador do projeto Unidos do Bem e Tom Rodrigues Rocha, coordenador do grupo Jovens em Missão.

“Os convidados de hoje fazem um trabalho fantástico. Eles estão juntos com a gente, somando à Frente Parlamentar Contra a Fome. Nosso trabalho é conectar quem precisa com quem tem a possibilidade de ajudar. No hotsite da Frente é possível obter mais informações sobre como auxiliar em projetos, como as cozinhas comunitárias”, explicou Cris Monteiro.

Também presente ao evento, o vereador André Santos (REPUBLICANOS) falou um pouco sobre a união de forças nesse momento de pandemia, independente de religião ou partido político.

“No momento da fome é uma covardia qualquer tipo de sentimento de divisão para ajudarmos o próximo. Todos fazendo um pouquinho para aliviar a dor e a fome das pessoas, já é uma grande ajuda”, comentou o parlamentar.

Unidos do Bem

O Unidos do Bem surgiu no início da pandemia para fazer e distribuir marmitas para pessoas em situação de rua. Em um ano de existência, o projeto chegou a distribuir cerca de 3 mil refeições por dia. Hoje, o grupo apoia 20 entidades que auxiliam na diminuição da pobreza na capital, incluindo cozinhas comunitárias.

Carlos Kaufman observou que tem muita gente passando de fome neste período de crise por causa da pandemia. O empresário observou que aumentou o número de pessoas desempregadas e em situação de vulnerabilidade. Com a ajuda dos voluntários e de parceiros doadores, a iniciativa se mantém há um ano. Segundo o idealizador do projeto, o trabalho rendeu frutos, como a inauguração de cozinhas comunitárias em várias comunidades.

“Eu gostaria de propor uma reflexão e fazer uma solicitação aos vereadores. Nesse período de pandemia, como tem muita gente passando fome, precisamos de uma flexibilização de uso de alimentos vencidos, mas ainda em condição de consumo. São alimentos que vão para o lixo. Precisamos uma lei para flexibilizarmos isso com toda a responsabilidade. Dessa forma, chegariam muito mais doações a quem precisa”, sugeriu Carlos.

Jovens em Missão

O grupo Jovens em Missão existe há 3 anos e diariamente doa de 100 a 300 marmitas. Além disso, realizam frequentemente a distribuição de cestas básicas para comunidades da Zona Sul de São Paulo. São 40 voluntários envolvidos na ação.

“Uma senhora nos contou que ela recebeu uma marmita bem no momento em que o gás dela tinha acabado. Isso demonstra a importância das doações e do trabalho dos voluntários, das pessoas que ajudam a matar a fome de tanta gente”, comentou Tom Rodrigues.

Frente Parlamentar Contra a Fome

A Frente Parlamentar Contra a Fome  surgiu em meio à crise ocasionada pela pandemia de Covid-19 com o objetivo de discutir políticas públicas de garantia à alimentação adequada para munícipes.

As ações estratégicas da Frente foram divididas em seis principais estratégias, que são: debater e elaborar Plano de Ação no sentido de garantir alimentação adequada aos cidadãos paulistanos não somente durante a pandemia, mas enquanto durarem os efeitos da mesma; estudar propostas inovadoras que tenham como premissas o combate ao desperdício de alimentos; realizar seminários, debates, fóruns, audiências e outros eventos sobre os temas pertinentes a esta Frente Parlamentar; efetuar estudos e apresentar soluções ao Executivo; discutir mecanismos inovadores que garantam, de forma qualificada, o acesso da sociedade civil às políticas públicas de distribuição de alimentos; e levantar como está sendo feito o acompanhamento nutricional das crianças em escolas e creches municipais.

Clique aqui e assista o debate virtual da Frente Parlamentar.

Este é um espaço de livre manifestação. É dedicado apenas para comentários e opiniões sobre as matérias do Portal da Câmara. Sua contribuição será registrada desde que esteja em acordo com nossas regras de boa convivência digital e políticas de privacidade.

Nesse espaço não há respostas - somente comentários. Em caso de dúvidas, reclamações ou manifestações que necessitem de resposta clique aqui e fale com a Ouvidoria da Câmara Municipal de São Paulo.

 Deixe a sua contribuição:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também