Envelhecimento Saudável é tema de seminário promovido pela Comissão do Idoso

KAMILA MARINHO
HOME OFFICE

O Envelhecimento Saudável foi tema de um seminário virtual promovido na manhã desta terça-feira (19/10), pela Comissão Extraordinária do Idoso e de Assistência Social da Câmara Municipal. O encontro on-line foi conduzido pelo presidente do colegiado, vereador Faria de Sá (PP) que também é autor do requerimento para realização do evento.

“É crucial para externar ao município de São Paulo a importância de ser desmantelada a convicção de uma realidade retrógrada, a qual não compreende, infelizmente, que a pessoa idosa também pode envelhecer imbuída de bem-estar e saúde”, disse Faria de Sá.

Integrante do colegiado, o vereador Eli Corrêa (DEM) participou da discussão e elogiou a iniciativa. “Tenho certeza que essa proposta é muito rica, que traz ainda mais conhecimento para todos nós”, disse.

vereador Alfredinho (PT) também participou do encontro. “Muito obrigado por esta oportunidade de aprendermos com os especialistas um pouco mais para a construção de nossas defesas a favor dos idosos”, agradeceu o vereador.

Década do Envelhecimento Saudável

Proclamada pela ONU em dezembro de 2020 e alinhada aos ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável), a Década do Envelhecimento Saudável 2020-2030 é a principal estratégia atual para alcançar e apoiar ações para enfrentar os desafios do envelhecimento da população e garantir o desenvolvimento sustentável nas Américas.

A Década é uma oportunidade única para fortalecer os esforços e para reunir líderes, organizações e diferentes partes interessadas para trabalharem juntos para o objetivo principal da Década, que é melhorar a vida das pessoas idosas, de suas famílias e de suas comunidades.

Contribuições

A professora Áurea Eleotério Soares Barroso, pedagoga, especialista em Gerontologia, mestre em Gerontologia e doutora em Serviço Social – PUC-SP e membro da equipe ampliada da Pastoral da Pessoa Idosa participou das discussões e falou sobre a importância de implementar ações que favoreçam o envelhecimento saudável na cidade de São Paulo. “São dez anos pela frente para a cidade pensar em programas, ações e serviços voltados às pessoas idosas”, disse Áurea.

Para Claudia Filó, coordenadora da área técnica de Saúde dos Idosos da Secretaria Estadual da Saúde, “é preciso aprender a trabalhar com prevenção e promoção da Saúde. É um investimento, muito mais que um tratamento”, observou a representante do governo do Estado.

Adilson Silva representou o Grande Conselho Estadual do Idoso durante o seminário virtual.  “O impacto social mais esperado para o idoso é a melhoria da condição de sociabilidade no seio da família e da comunidade, ” disse Adilson.

Renato Cintra, coordenador geral de políticas públicas dos idosos da Secretaria Municipal dos Direitos Humanos e Cidadania, comentou que “a política de envelhecimento e a saúde dos idosos devem ser vistas de maneira interdisciplinar”.

Para assistir a íntegra dos debates e conferir a participação de outros especialistas, clique aqui.

Este é um espaço de livre manifestação. É dedicado apenas para comentários e opiniões sobre as matérias do Portal da Câmara. Sua contribuição será registrada desde que esteja em acordo com nossas regras de boa convivência digital e políticas de privacidade.

Nesse espaço não há respostas - somente comentários. Em caso de dúvidas, reclamações ou manifestações que necessitem de resposta clique aqui e fale com a Ouvidoria da Câmara Municipal de São Paulo.

 Deixe a sua contribuição:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também