Projeto que cria o ‘Programa Bike SP’ é aprovado em primeira

DA REDAÇÃO

Dentre os inúmeros projetos aprovados na tarde desta terça-feira (7/6), avançou em primeira discussão o Projeto de Lei (PL) 147/2016, que cria o Programa Bike SP e o cartão do ciclista. A proposta inclui uma série de medidas de incentivo ao uso de bicicletas na cidade de São Paulo como forma de transporte e é de autoria do vereador José Police Neto (PSD).

O parlamentar explicou que o PL pretende criar um ambiente em que a cidade reconheça, efetivamente, a bicicleta como um modal de transporte. Para isso, uma das principais propostas do Bike SP é equiparar o vale transporte, ou seja, o subsídio que é dado ao trabalhador que se utiliza do transporte público passa a ser estendido também ao trabalhador ciclista. O autor considera que essa questão é ‘absolutamente’ fundamental.

“O esforço que estamos fazendo é para equiparar. Para isso, R$ 50 no bilhete, no crédito concedido, e uma variável por quilômetro rodado, isso para que você incentive o ciclista. Esses recursos são os mesmos utilizados para o subsídio e virão daquilo que a gente criou no Plano Diretor, que é recurso do Fundurb (Fundo de Desenvolvimento Urbano), que passa a reconhecer a bicicleta como uma das modalidades que você tem que ter incentivo público”, afirmou.

Neto ainda destacou que a medida tem o objetivo de prover incentivos também aos empregadores que se dispuserem a criar facilitadores para o uso de bicicleta, tais como vestiários e armários apropriados. “O PL também inova dando benefício para o empregador. Benefícios naquilo que é o IPTU que ele paga, então, nós estamos trabalhando com o empregador e com o trabalhador”, completou o vereador.

De acordo com a ementa do projeto, o Programa Bike SP será coordenado pela Secretaria Municipal de Transportes, com apoio da Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente. O PL aguarda agora para retornar em plenário e ser votado em definitivo pelos vereadores, antes de ser encaminhado para apreciação do Executivo.

One Comment

Luiz Barretto

É impressionante a FALTA DE RESPEITO que vocês têm com o dinheiro que pagamos. Esse “projeto” é surreal!
Se um cidadão quer andar, ou ir de bicicleta até o trabalho, que o faça e seja proveitoso para ele. Agora, PAGAR para alguém fazer isso?? Que o Sr. Police Neto use o dinheiro dele, não dos cidadãos que veem a cidade ABANDONADA diariamente.
Há coisas mais importantes na cidade que inventar OUTRA maneira de gastar o dinheiro do contribuinte.
A justificativa é tão “boa” quanto o próprio projeto, pois já parte do pressuposto que o subsídio que a Prefeitura dá ao transporte coletivo é correto. Libere o transporte público para TODAS EMPRESAS que estejam dispostas para atuar na área e que sejam minimamente competentes que a Prefeitura não teria de ficar subsidiando nada.
Comecem a trabalhar seriamente, por favor!

Comentários estão fechados

Veja também