Pirituba: das fazendas de café a uma região populosa

abre_minéricka

Estação Pirituba, principal meio de transporte dos moradores do bairro                                             Foto: André Bueno / CMSP

 

DA REDAÇÃO

Terceira região a receber o programa Câmara no seu Bairro (confira o cronograma), Pirituba tem uma área de 54,7 km² e uma população de cerca de 390 mil habitantes, o equivalente a da cidade de Santos, no litoral Paulista. Contempla os distritos de São Domingos, Pirituba e Jaraguá, onde se encontra o ponto mais alto da cidade de São Paulo, o Pico do Jaraguá, com 1135 metros de altura.

O nome Pirituba vem da junção da palavra “piri”, que significa vegetação de brejo na língua tupi, com “tuba”, que significa “muito” na mesma língua. A origem da região remete ao século XIX, época das grandes fazendas de café, sendo as principais: a fazenda Barreto, a Fazenda do brigadeiro Tobias e a Fazenda Jaraguá. Como os donos dessas propriedades tinham influência política, foi construída uma estação de trem, em 1885, para receber os carregamentos que iam para o porto de Santos.

Em 1922, com a morte do proprietário da Fazenda Barreto, as terras foram partilhadas entre os seus herdeiros. No mesmo ano, foi loteada a primeira partilha da Fazenda e quatro anos depois, a segunda partilha. As duas vilas que surgiram se somaram ao núcleo populacional inicial existente nos arredores da estação e juntas foram  responsáveis pelo desenvolvimento do bairro. Anos mais tarde, outras partes da Fazenda Barreto foram loteadas surgindo assim a Vila Bonilha, Vila Zatt, Vila Maria Trindade, Vila Mirante e Jardim São José.

Dotada ainda de muitas áreas verdes, a região de Pirituba também tem enormes desafios a serem superados, principalmente em relação ao baixo número de linhas que circulam pelos bairros, à falta de hospitais e de espaços culturais.

5 Comments

Luciana Helena

Bom dia senhores (as)
O que mais aflinge a população de Pirituba, são os meios de transportes que são péssimos. Eu não compreendo porque os vereadores não se preocupam com essa realidade caótica. Acredito, como eles andam de carro, estão muito preocupados com essa realidade.

Samaris

Acredito que até para quem anda de carro, o negocio tá caótico também. Ponte Pirituba já!!! Metro Freguesia também. Trens com menores intervalos e mais vagões… Aí sim a gente conseguiria sair de casa em paz.

oseias coimbra ferreira

Peço por gentileza para votarem um projeto de lei sobre as transferências de funcionários da aérea da saúde ( permuta). Conheço relato de pessoa que levaram 9 anos para se transferirem. Entrei na AHM (autarquia hospitalar municipal ) em 2014 em um concurso,mas já trabalho nesta unidade desde 12/2009, moro na zona norte e trabalho na zona sul de sp HOSPITAL MUNICIPAL DR° FERNANDO MAURO PIRES DA ROCHA. Estou tentando a permuta e não tenho nenhum colaborador no Hospital Municipal Doutor José Soares Hungria – Pirituba para troca Há relatos de vários funcionários nesta situação. Peço que os senhores votem um projeto que flexibilize isto, pois é uma forma burocrática que só atrapalha a vida do funcionários que deseja trabalhar perto de casa, sem contar com os empecilhos ( ONIBUS QUE ATRASA PRINCIPALMENTE AOS FINAIS DE SEMANA, JÁ FUI ASSALTADO NA MADRUGADA POIS TENHO QUE SAIR DE CASA 3 HORAS ANTES. LEVO 6 HORAS NA MEDIA PRA ME DESLOCAR DO SERVIÇO PARA CASA E VICE-VERSA. Peço que verifiquem esta possibilidade

oseias coimbra ferreira

Peço por gentileza para votarem um projeto de lei sobre as transferências de funcionários da aérea da saúde ( permuta)que envolve a lei orgânica do município . Conheço relato de pessoa que levaram 9 anos para se transferirem. Entrei na AHM (autarquia hospitalar municipal ) em 2014 em um concurso,mas já trabalho nesta unidade desde 12/2009, moro na zona norte e trabalho na zona sul de sp HOSPITAL MUNICIPAL DR° FERNANDO MAURO PIRES DA ROCHA. Estou tentando a permuta e não tenho nenhum colaborador no Hospital Municipal Doutor José Soares Hungria – Pirituba para troca Há relatos de vários funcionários nesta situação. Peço que os senhores votem um projeto que flexibilize isto, pois é uma forma burocrática que só atrapalha a vida do funcionários que deseja trabalhar perto de casa, sem contar com os empecilhos ( ONIBUS QUE ATRASA PRINCIPALMENTE AOS FINAIS DE SEMANA, JÁ FUI ASSALTADO NA MADRUGADA POIS TENHO QUE SAIR DE CASA 3 HORAS ANTES. LEVO 6 HORAS NA MEDIA PRA ME DESLOCAR DO SERVIÇO PARA CASA E VICE-VERSA. Peço que verifiquem esta possibilidade

MM - MegaMarketing Net

Opa!
Tive acesso a alguns artigos escritos nesse blog e gostei muito da matéria.
Assuntos relacionados ao seu blog enriquecem o conteúdo da web, e transmitem conhecimento, para as pessoas menos experientes.
Parabéns!

Comentários estão fechados

Veja também