Novo painel eletrônico permite que vereadora vote com os olhos

Juvenal Pereira
Novo painel permite votação através de luz infravermelha
Novo painel permite que pessoas portadoras de tetraplegia votem com os olhos por meio de luz infravermelha

 

O plenário Primeiro de Maio da Câmara Municipal de São Paulo está de cara nova. Hoje (5/8), no reinício dos trabalhos do legislativo municipal, os vereadores puderam sentir o cheiro de carpete novo que se destacava por entre as poltronas reformadas na cor azul e a nova tecnologia do sistema de votação de projetos. As cadeiras da galeria também foram recuperadas. Todas as obras da reforma do local foram feitas durante o mês de julho – as primeiras realizadas desde 1997 -, regularmente licitadas, conforme o pregão n° 14/2008. PainelO que mais despertou a curiosidade dos vereadores foi o novo painel eletrônico. O equipamento permite que pessoas portadoras de tetraplegia votem com os olhos por meio de dois projetores que irradiam luz infravermelha nos olhos do votante captados por uma câmera, o que determina o movimento do mouse. Ou seja, basta fixar o olhar em determinado ponto da tela e piscar para clicar no espaço desejado.A vereadora Mara Gabrilli (PSDB), que não tem nenhum movimento do pescoço para baixo, foi quem pediu a instalação do novo sistema. É desconfortável ter de pedir para alguém apertar o botão e votar por mim, desabafou a vereadora, que desde fevereiro de 2007 dependia de outras pessoas para poder votar.O equipamento, instalado pela primeira vez em uma Câmara Municipal brasileira, funciona com mouse óptico, permitindo que uma piscada efetue o voto no painel eletrônico do Plenário. Com um sistema Eye Tech modelo TM2, permite que a vereadora registre presença e vote nos projetos em discussão com um piscar de olhos. Por meio de dois projetores de luz infravermelha, e uma câmera no centro, o computador acompanha o movimento dos olhos da pessoa. A câmera capta a imagem e transmite na tela, junto com o menu de votação. Cada piscada equivale a um clique do mouseO painel eletrônico anterior estava em funcionamento desde 1997, desgastado pelo uso, com tecnologia ultrapassada e a manutenção não apresentava os resultados devidos. A aquisição do novo equipamento foi realizada por meio de licitação, sempre observando o menor preço de mercado, conforme o pregão n° 14/2008.

Imagens para download:
Juvenal Pereira
Plenário 1ª de Maio reformado
Juvenal Pereira
Novo aparelho da Câmara registra voto com leitura ocular

Veja também