Representante do Itamaraty fala à Comissão de Relações Internacionais da Câmara

Foto: Luiz França / CMSP

Reunião da Comissão de Relações Internacionais (18/6).

DANILO MEIRA 
DA REDAÇÃO

A Comissão Extraordinária de Relações Internacionais, da Câmara Municipal de São Paulo, promoveu, em reunião nesta quarta-feira (18/06), uma discussão ampla a respeito do papel de São Paulo no exterior e também sobre como o Legislativo paulistano pode estreitar relações institucionais com o Ministério das Relações Exteriores (Itamaraty).

Presente à reunião, a embaixadora Débora Vainer Barenboim-Salej, chefe do escritório de representação do Ministério das Relações Exteriores em São Paulo, ressaltou a importância da comissão para São Paulo. “Estamos à disposição para tratar de diferentes setores e procurar pontos de convergência”, afirmou a embaixadora aos vereadores.

Uma das iniciativas da comissão foi encaminhar solicitação de apoio ao Ministério das Relações Exteriores, para que este colabore no estreitamento das relações com a cidade de Ho Chi Min, no Vietnã, de modo que esta se torne “cidade-irmã” de São Paulo, conforme projeto de lei que tramita na Casa. É um requisito para a aprovação do projeto o aval da cidade parceira.

Recentemente, a Comissão de Relações Internacionais da Câmara recebeu o embaixador do Vietnã, Do Ba Khoa, que fez uma apresentação sobre o país asiático, com vistas ao estreitamento de relações com a capital paulista.

A comissão também debateu formas de trazer melhorias para cidade de São Paulo por meio das relações com municípios do exterior. Convidada para a reunião, a consultora Daniela Alves, diretora-executiva da CEIRI Assessoria e Consultoria em Relações Internacionais, ressaltou o trabalho realizado pelos vereadores. “Para nós, é uma honra auxiliar a comissão na formação de uma rede que vai atuar em conjunto na cidade para fomentar renda e emprego”, afirmou.

“Foi um debate de alto nível, especialmente para questões relacionadas a cidades-irmãs, para que isso traga retorno à cidade de São Paulo. Além disso, o estreitamento de relações com o Itamaraty e a OAB-SP contribui na formação de uma rede forte para o desenvolvimento da cidade de São Paulo”, disse Daniela.

Presidente da comissão, a vereadora Janaína Lima (NOVO) chamou atenção para esta fase inicial dos trabalhos da comissão, que optou por ouvir “stakeholders” (atores sociais relevantes, na expressão em inglês) ligados às relações internacionais. “Como a embaixadora Débora, que trouxe uma janela ampla de oportunidades para a cidade e abriu a possibilidade de usar o escritório para que o desenvolvimento econômico possa ser uma realidade a partir do trabalho desta comissão”, concluiu Janaína.

Também participaram da reunião os vereadores Adriana Ramalho (PSDB), André Santos (PRB) e Mario Covas Neto (PODEMOS). E o advogado Felipe Maluly, presidente da Comissão de Relações Internacionais da OAB-SP (Ordem dos Advogados do Brasil, seção de São Paulo).

 

Veja também