Artigo: O cooperativismo como oportunidade de inclusão, geração de renda e desenvolvimento social

Por vereadora Sandra Santana

O cooperativismo é uma das grandes formas de geração de renda e desenvolvimento econômico sustentável. Em alguns países, já é uma modalidade que tem recebido incentivo por parte dos governos e das parcerias de um modo geral.

Quando se fala de cooperativas no Brasil, o que vem à mente da população, habitualmente, é a reciclagem. No entanto, estamos falando de um setor que atua na financeira, agropecuária, infraestrutura, habitação, saúde e tantas outras. O mundo já entendeu que o cooperativismo é uma ferramenta importante de inclusão e geração de renda, e no meu mandato tenho a missão de desenvolver parcerias e criar projetos que incentivem a modalidade na capital paulistana.

No Brasil, temos 15,5 milhões de cooperados registrados em mais de 6,8 mil cooperativas Somente no Estado de São Paulo, são 1,4 milhão profissionais no ramo.

O cooperativismo é um meio de geração de renda democrática e inclusiva. Um segmento econômico que tenho compromisso assumido objetivando incentivar, por meio de ações e políticas públicas, em parceria com o Poder Executivo, esse setor que tem tudo para crescer e fazer de São Paulo uma das grandes referências do país e do mundo.

Sandra Santana
Vereadora de São Paulo

Este é um espaço de livre manifestação. É dedicado apenas para comentários e opiniões sobre as matérias do Portal da Câmara. Sua contribuição será registrada desde que esteja em acordo com nossas regras de boa convivência digital e políticas de privacidade.

Nesse espaço não há respostas - somente comentários. Em caso de dúvidas, reclamações ou manifestações que necessitem de resposta clique aqui e fale com a Ouvidoria da Câmara Municipal de São Paulo.

 Deixe a sua contribuição:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também