Artigo: Nossas crianças e nossos valores correm perigo!

Por vereador Rinaldi Digilio

Ser o melhor vereador de São Paulo na defesa de nossas crianças e a inocência delas é a base do meu trabalho. Afinal, Jesus disse que seria melhor que uma pessoa amarasse uma pedra no pescoço e se atirasse ao mar do que induzisse um pequenino a pecar.

Criança deve brincar e aprender o que dignifique seu futuro. Escola é lugar de matemática, português e outras disciplinas regulares. Nada pode interferir e deturpar a relação educativa de um filho ou uma filha com sua família, seu pai e sua mãe.

Mas, infelizmente, muitos não pensam assim e querem induzir os pequeninos a pecarem. Querem levá-las ao mal. Ou pior, querem levar o mal até elas!

Tudo ficou óbvio nos debates do meu projeto Escolhi Esperar. Enquanto eu proponho levar orientação e conscientização sobre os riscos e consequências da gravidez precoce aos adolescentes, os contrários a ele já apresentaram projetos para instituir o aborto humanizado.

Enquanto proponho a proibição da ideologia de gênero em todas as atividades escolares com o Projeto de Lei nº 423/2021, os meus opositores incluem trechos em seus projetos que abrem brechas para ensinar isso aos pequeninos nas escolas.

A democracia permite que cada linha ideológica pense e proponha o que bem quiser. Eu respeito isso. Infelizmente, quem se opõe a mim não e trava meus projetos.

Mas é preciso que eles arquem com aquilo que defendem. Que assumam o que são e digam efetivamente o que querem e pretendem.

Afinal, a população paulistana, majoritariamente cristã, culturalmente conservadora, não pode retroalimentar conspiradores que, atacam nossas crianças e querem destruir nossos valores.

Este é um espaço de livre manifestação. É dedicado apenas para comentários e opiniões sobre as matérias do Portal da Câmara. Sua contribuição será registrada desde que esteja em acordo com nossas regras de boa convivência digital e políticas de privacidade.

Nesse espaço não há respostas - somente comentários. Em caso de dúvidas, reclamações ou manifestações que necessitem de resposta clique aqui e fale com a Ouvidoria da Câmara Municipal de São Paulo.

 Deixe a sua contribuição:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também