Movimento dos Trabalhadores Sem Teto reivindica assistência à 518 famílias

Juvenal Pereira
Movimento dos Trabalhadores Sem Teto reivindica assistência à 518 famílias
Reunião lotou a Sala Sérgio Vieira de Melo

 

A Comissão de Política Urbana, Metropolitana e Meio Ambiente recebeu, nesta segunda-feira (13/08), mais de 200 pessoas do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto que ocuparam um prédio abandonado na Rua Evaristo da Veiga, 186, no bairro da Mooca. Após várias reintegrações de posse, estas pessoas 518 famílias – foram colocadas na rua e, pelo fato de estarem sem moradia, ocuparam o prédio em estado de risco.Os populares apresentaram um requerimento e cobraram apoio dos vereadores que compuseram a mesa em relação à situação de reintegração de posse. A Comissão, presidida pelo vereador Carlos Apolinário (DEM), contou ainda com a presença dos vereadores Farhat (PTB), Juscelino Gadelha (PSDB), Arselino Tatto (PT), Chico Macena (PT) e Toninho Paiva (PR).Durante a reunião, Apolinário propôs a criação de um ofício para a criação de uma subcomissão que possa auxiliar estas pessoas na busca por uma moradia. Tentaremos criar uma subcomissão que analise e represente estas pessoas na busca por suas casas. Vamos ver com o Jurídico e com a Cohab como podemos ajudá-las. É importante também que a Assistência Social possa cadastrar as crianças e verificar as necessidades de cada uma, em relação à saúde e educação das mesmas.O vereador afirmou ainda que a Comissão vai lutar junto ao Movimento. O correto é que cada um tenha sua casa, mas discutiremos para que pelo menos tenham algum auxílio de moradia.Para o advogado dos Sem Teto, André Araújo, a reunião foi positiva. O mais importante foi que a Comissão apoiou os moradores e que este problema seja discutido com a Secretaria de habitação e com a Subprefeitura da Móoca. Temos que colocar esta questão na agenda política.

Imagens para download:
Juvenal Pereira
Movimento dos Trabalhadores Sem Teto reivindica assistência à 518 famílias
Juvenal Pereira
Movimento dos Trabalhadores Sem Teto reivindica assistência à 518 famílias.

Veja também