Elaine do Quilombo Periférico é eleita presidente da Subcomissão de Cultura

JOTA ABREU
HOME OFFICE

A Subcomissão de Cultura, vinculada à Comissão de Finanças e Orçamento, realizou nesta quinta-feira (15/4) a reunião de instalação para início dos trabalhos, com eleição da vereadora Elaine do Quilombo Periférico (PSOL) para ser a presidente do colegiado. Completam a composição da Subcomissão o vereador Marcelo Messias (MDB), como vice-presidente, e o vereador Dr. Sidney Cruz (SOLIDARIEDADE) como relator.

“Tenho certeza que poderemos fazer um excelente trabalho, porque é uma Subcomissão muito solicitada pela sociedade civil, os movimentos de Cultura estão sempre acompanhando e exigem da gente uma dedicação. Estamos à disposição para fazer isso e entregar um excelente trabalho”, comprometeu-se a presidente Elaine do Quilombo Periférico.

A vereadora também falou sobre a própria trajetória de vida, e da satisfação de participar do trabalho, pois se declarou “forjada” em um grupo de cultura. Elaine contou que seu início na arte foi com 12 anos de idade, em uma obra social. “Minha mãe entendeu que isso poderia ser importante para minha vida. Uma doméstica que criava 5 filhos sozinha e entendeu que a arte poderia ser uma oportunidade de ampliar o repertório cultural dos seus filhos. Então fico muito feliz de poder fazer parte dessa Subcomissão”, agradeceu.

O relator Dr. Sidney Cruz enalteceu o fato de os componentes serem vereadores de primeiro mandato. “Vejo que aqui três novatos, três calouros à frente dessa Comissão muito relevante. Sem cultura não tem evolução humana”, afirmou. Ele ainda sugeriu que a cidade observe o modelo do Retiro dos Artistas, no Rio de Janeiro, para iniciar a abertura de um debate a respeito desse tema para a cidade de São Paulo.

Marcelo Messias (MDB) também declarou estar muito feliz por trabalhar com os colegas de Subcomissão, que tem muito a aprender e também vontade de acrescentar para a cidade. Ele ressaltou o trabalho que já tem na periferia da cidade e lembrou ser um dos idealizadores da Casa da Capoeira de São Paulo. “Com o apoio do vice-prefeito Ricardo Nunes (MDB), já está sendo construída. A capoeira também é cultura daqui e já faz parte dos movimentos de cultura de São Paulo”, ressaltou.

Durante a reunião, também ficou definido que as reuniões acontecerão sempre às sextas-feiras, às 10h, quinzenalmente. O dia e horário foram definidos em acordo e diálogo estabelecido com representantes do segmento. A primeira reunião ordinária já será nesta sexta-feira (16/4).

Este é um espaço de livre manifestação. É dedicado apenas para comentários e opiniões sobre as matérias do Portal da Câmara. Sua contribuição será registrada desde que esteja em acordo com nossas regras de boa convivência digital e políticas de privacidade.

Nesse espaço não há respostas - somente comentários. Em caso de dúvidas, reclamações ou manifestações que necessitem de resposta clique aqui e fale com a Ouvidoria da Câmara Municipal de São Paulo.

 Deixe a sua contribuição:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também