Opinião – Doação de frascos aos bancos de leite humano

VEREADOR TONINHO PAIVA (PL)

O aleitamento materno salva vidas, fonte rica em nutrientes que o recém-nascido necessita para o seu desenvolvimento, protegendo sua saúde.

Em 2002, através da lei municipal 13.296, de minha autoria, foi regulamentada a introdução de bancos de leite humano em todas as maternidades municipais de São Paulo que ainda não os possuíam – e a implementação, onde já existiam. A lei se tornou referência para outros municípios.

Para tornar este programa mais efetivo, apresentei o PL (Projeto de Lei) 455/17, que dispõe sobre a instituição do programa “Doe Frascos de Vidro – Amamentação Solidária”, no Município de São Paulo, tendo em vista que os bancos de leite estão com falta de recipientes para armazenar esse alimento.

Tão importante quanto o leite, os frascos têm um papel muito grande nas campanhas de doação; mesmo que você não seja lactante, doar frasco de vidro é um ato de solidariedade e com certeza fará a diferença para quem o recebe.

A importância da doação

No Brasil, os bancos de leite humano são responsáveis por salvar mais de 170 mil crianças da desnutrição infantil, pela promoção do aleitamento materno e execução das atividades de coleta, processamento e controle de qualidade do leite produzido nos primeiros dias após o parto (colostro), para posterior distribuição, sob prescrição do médico ou nutricionista.

Contribua para que tenhamos estoque nos bancos de leite humano dos hospitais. Todos podem ajudar, seja fornecendo leite ou os recipientes para seu armazenamento.

Salve vidas, você também.

Deixe uma resposta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também