Novo Entreposto de São Paulo é detalhado na Câmara

ANDREA GODOY
DA TV CÂMARA

A Comissão de Administração Pública se reuniu com o grupo empresarial responsável pelo Nesp (Novo Entreposto de São Paulo), projetado para funcionar em Perus, zona norte da cidade, a partir de 2020. A ideia foi conhecer melhor os impactos do empreendimento, bem como os detalhes da mudança do tipo de zoneamento no Plano Diretor.

Os detalhes do projeto do Nesp foram apresentados aos vereadores da Comissão de Administração Pública. O Nesp vai ser uma opção, da iniciativa privada, aos permissionários que hoje estão na Ceagesp da Vila Leopoldina. Cerca de 200 empresários do setor de hortifruti já concordaram em se mudar para o novo espaço, que pode gerar até 100 mil empregos diretos e indiretos.

Sérgio Benassi, presidente do Nesp, acredita que o benefício ambiental será significativo com a mudança. “Será retirada uma grande quantidade de caminhões das marginais Pinheiros e Tietê, na região da Vila Leopoldina. A outra grande vantagem é reduzir o custo de alimentos, pois teremos uma entrada e saída de caminhões melhor e também um manuseio mais eficiente com menos perda de mercadoria.”

Heleno Maspoli, sócio-diretor do Grupo Serbom Logísta, diz que o novo entreposto será bastante completo. “O projeto do Nesp está debaixo de um mega-projeto maior que é o Padesp (Polo de Abastecimento, Distribuição e Entreposto de São Paulo), que tem 6,3 milhões de metros quadrados de área. O Nesp vai ocupar 1,6 milhão de metros quadrados. Então, além da atividade comercial de hortifruti, teremos outras atividades de comercialização como pescados, cereais, e outros segmentos”.

A vereadora Patrícia Bezerra (PSDB) pediu aos empresários detalhes dos impactos ambientais que o empreendimento vai trazer para Perus. Já o presidente da Comissão apura a mudança na região, que era Zona Industrial e passou para Zona Especial na nova Lei de Zoneamento sancionada no ano passado.

O presidente da Comissão de Administração Pública, Toninho Paiva (PR), disse que é preciso apurar a maneira como a área foi adquirida. “Eles mesmos tiveram oportunidade de se manifestar. Na compra da área, eles tiveram um lucro fabuloso”.

Uma Contribuição

Elenice Baptista

Também quero saber como e de quem foi adquirido o local !!

Contribuições encerradas.

Veja também