Câmara entrega Prêmio Betinho 2019 a projetos de cidadania

André Moura / CMSP

KAMILA MARINHO
DA REDAÇÃO

Em solenidade nesta segunda-feira (5/08), a Câmara Municipal de São Paulo entregou o Prêmio Betinho 2019 a ONGs (Organizações Não Governamentais) que se destacaram no combate a fome, miséria e exclusão social, ou que se dediquem a outras formas de luta pela cidadania na capital paulista. Neste ano, a comissão julgadora recebeu 29 projetos de entidades sem fins lucrativos da sociedade civil.

A entidade vencedora do prêmio Betinho de Cidadania e Democracia de 2019, que recebeu a Salva de Prata da Câmara, foi a UNAS (União de Núcleos, Associações dos Moradores de Heliópolis e Região). A coordenadora do projeto, Maria Antônia Fugêncio, falou sobre a importância do reconhecimento do trabalho realizado na zona sul da capital. “É o resultado do nosso trabalho, uma devolutiva para a comunidade. O prêmio mostra nossos acertos e a certeza de que estamos no caminho certo de lutar pela educação nos movimentos de base”, disse Maria Antônia.

Três finalistas receberam Menção Honrosa: a Associação Franciscana de Solidariedade, IDDD (Instituto de Defesa do Direito de Defesa) e o projeto Roda de Conversa LGBT.

Os finalistas foram avaliados a partir do estímulo à organização e à participação da comunidade, exercícios de soluções inovadoras e criativas, levando em conta os resultados alcançados para a melhoria da qualidade de vida.

“A atuação da comunidade em seus territórios é insubstituível. O que temos que fazer é reconhecer e também apoiar esses movimentos”, afirmou a vereadora Soninha Francine (CIDADANIA23), que presidiu a sessão solene na Câmara.

“Nós, da comissão julgadora, pensamos que existe uma potência na parceria entre as organizações não governamentais da sociedade civil e o poder público”, comentou Alexandre Isaac, um dos jurados e representante da ABONG (Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais).

Homenagem ao sociólogo mineiro Herbert José de Souza (1935-1997), a premiação foi criada pela Câmara paulistana com a aprovação da Resolução nº 13/97. Notório defensor da democracia e da igualdade de direitos, Betinho foi um dos principais articuladores da maior campanha contra a fome já realizada no Brasil, o movimento Ação da Cidadania Contra a Fome, a Miséria e pela Vida.

 

Deixe uma resposta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também