Artigo – Coronavírus: é preciso proteger os mais vulneráveis

Vereadora Juliana Cardoso (PT)

São nos momentos de crise que os segmentos mais vulneráveis da sociedade precisam de proteção. Por isso e diante da propagação do coronavírus, apresentamos o Projeto de Lei 151/20 que autoriza a Prefeitura a estabelecer ações práticas para minimizar os efeitos dessa pandemia.

Para além das medidas administrativas e clínicas é necessário também ações efetivas do poder Executivo.Uma delas isenta durante a quarentena mutuários dos programas habitacionais de baixa renda do Programa Minha Casa Minha Vida e programas da COHAB.

O projeto também autoriza a Prefeitura a comprar e distribuir álcool em gel para a população de baixa renda e com alto índice de vulnerabilidade como os moradores em situação de rua. E estende para receberem todos funcionários públicos.

Neste momento é urgente o amparo à população mais carente com a distribuição de alimentos, produtos de higiene pessoal e desinfecção dos ambientes para os desempregados e/ou de baixa renda.

Além dessas ações concretas, estamos dialogando na Câmara para a Casa apresentar moção ao Congresso Nacional para revogar a EC 95 que limita os investimentos na saúde até 2036 e já tirou R$ 20 bilhões da saúde pública.

Também estamos dialogando para ampliar os leitos para atendimento dos pacientes, adaptando espaços municipais e cobrando a reabertura do Hospital Sorocabana, na Lapa

Não são apenas gestos de solidariedade, mas ações efetivas e humanitárias para juntos superarmos esse difícil cenário.

Vereadora Juliana Cardoso (PT), vice-presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Criança, Adolescente e Juventude e membro das Comissões de Saúde e de Direitos Humanos da Câmara Municipal de São Paulo.

Deixe uma resposta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também