Projeto institui a Comissão Municipal da Verdade

A Mesa Diretora levará ao colégio de líderes nesta terça-feira um pedido para que haja esforço concentrado dos vereadores em torno da aprovação do Projeto de Resolução 01/2012, apresentado pelo vereador Ítalo Cardoso (PT), que cria a Comissão da Verdade na Câmara Municipal de São Paulo.

Segundo Ítalo, a ideia é dar sequência à subcomissão instalada na Casa em 2009 para acompanhar a abertura dos arquivos da ditadura militar. “Queremos reforçar a relação histórica que a Câmara tem com a luta dos familiares de mortos e desaparecidos políticos”, comentou.

De acordo com o PR 01/2012, a comissão terá o objetivo de esclarecer os fatos e as circunstâncias dos casos de graves violações de direitos humanos ocorridos no Município de São Paulo; esclarecer casos de torturas, mortes, desaparecimentos forçados e ocultação de cadáveres; e encaminhar aos órgãos públicos competentes toda e qualquer informação obtida que possa auxiliar na localização e identificação de restos mortais de desaparecidos políticos, entre outras atribuições.

Ainda segundo Ítalo, a criação do colegiado será uma resposta firme à entrevista concedida na semana passada pelo general da reserva Luiz Eduardo Rocha Paiva, que classificou a Comissão Nacional da Verdade como “parcial”.

A aprovação do PR 01/2012 recebeu apoio unânime dos integrantes da Mesa Diretora.

(12/3/2012 – 12h50)

 

 

 

 

 

Veja também