Câmaras de SP e de Araraquara assinam termo de cooperação

Marcelo Ximenez/CMSP
araraquara3

Os presidentes das Câmaras Municipais de São Paulo e de Araraquara assinaram nesta quarta-feira (10) um termo de cooperação técnica com o objetivo de aperfeiçoar a comunicação do Legislativo do interior paulista.

A parceria prevê a prestação de assessoria gratuita dos profissionais da Câmara Municipal de São Paulo aos servidores de Araraquara. Segundo o presidente do Legislativo paulistano, vereador José Américo (PT), a Casa possui uma estrutura de comunicação que permite ao cidadão paulistano acompanhar o dia-a-dia dos parlamentares.

Temos a TV Câmara, o site, a rádio, o Twitter e o Facebook para que a população possa ver, ler e ouvir em tempo real o trabalho dos vereadores, afirmou Américo. Estamos à disposição para que outras Câmaras possam conhecer a nossa comunicação, acrescentou.

Para o presidente da Câmara Municipal de Araraquara, vereador João Farias (PRB), essa parceria é fundamental para aprimorar os trabalhos no interior. O pessoal de lá deve vir a Araraquara para conhecer nossa estrutura e nos dar algumas orientações. Queremos modernizar nosso setor de comunicação, aperfeiçoar o trabalho e implantar a TV Digital, disse.

O presidente do Legislativo de Araraquara ainda falou sobre a importância de conhecer o trabalho de outras Câmaras. É fundamental sabermos de que forma as Casas desenvolvem seus trabalhos para aproveitarmos as boas ideias. E, mais importante que isso, é que José Américo mostrou-se disposto a contribuir e acertar esse termo de cooperação conosco, sinalizou.

TV DIGITAL

A transmissão da TV Câmara São Paulo em sinal digital aberto, no canal 61.4, iniciou-se em dezembro do ano passado. A mudança permitiu que a emissora do Parlamento paulistano integre a Rede Legislativa de TV, com programação durante 24 horas diárias.

O sinal digital da TV Câmara São Paulo atinge um raio de 150 quilômetros em torno da capital, abrangendo toda a Região Metropolitana. O canal 61.4 é uma das quatro bandas cedidas pela Câmara dos Deputados a partir de uma concessão dada pelo Ministério das Comunicações.

As outras três bandas foram distribuídas entre a própria Câmara dos Deputados (61.1), o Senado Federal (61.2) e a Assembleia Legislativa (61.3). Reunidas, as quatro Casas formam a Rede Legislativa de TV.

(10/01/2013 – 16h30)

Veja também