Câmara realiza a 8ª edição do Prêmio feminista Heleieth Saffioti 2021 totalmente on-line

André Moura | REDE CÂMARA

Sessão Solene virtual desta segunda (22/3) para entrega do prêmio Heleieth Saffioti

KAMILA MARINHO
HOME OFFICE

Pela primeira vez de forma virtual, a Câmara Municipal de São Paulo realizou na tarde desta segunda-feira (22/3), a Sessão Solene de entrega do Prêmio feminista Heleieth Saffioti. Esta é a oitava edição do prêmio que tem como objetivo reconhecer as ações de combate à discriminação social, sexual ou racial e a defesa dos direitos das mulheres. A honraria é anualmente atribuída a uma pessoa física e a uma jurídica, mas não foi entregue em 2020, excepcionalmente, por conta da pandemia.

O prêmio foi instituído pela Resolução 2/2012 para “femenagear” (expressão criada para lembrar a militância feminista dos diretos humanos e das mulheres) e dar visibilidade às mulheres e entidades de mulheres, de autoria da vereadora Juliana Cardoso (PT). A parlamentar presidiu a solenidade e falou sobre a importância de destacar a trajetória de mulheres tão especiais.

“É muito importante a Câmara ter o espaço de homenagens a essas mulheres que são representantes de movimentos ou lutam individualmente pela igualdade de direito das mulheres”, observou a proponente da sessão.

Feminista Heleieth Saffioti

Heleieth Saffioti, pioneira na América Latina nos estudos de gênero no universo acadêmico, foi uma grande militante feminista. Sua produção acadêmica continua sendo referência para todos que desejam se instrumentalizar para construir um mundo onde a diferença não seja desigualdade e combata qualquer tipo de violência (física, psicológica e patrimonial) contra as mulheres.

Comissão Julgadora

Fizeram parte da ‘mesa virtual” da sessão, as representantes da comissão indicadora do prêmio Heleieth Saffioti, edição 2021:

-Amelinha Teles, representando a União de Mulheres do Município de São Paulo;

– Marta Baião, representando o CIM (Centro de Informação à Mulher);

– Defensora Paula Santana, representando o NUDEM (Núcleo Especializado de Promoção e Defesa dos Direitos da Mulher);

– Sandra Mariano, representando a Articulação Popular e Sindical de mulheres negras de São Paulo;

– Vera Machado, representante da Marcha Mundial de Mulheres.

Homenageadas/ Femenageadas

Renata Gonçalves: Graduada em Serviço Social pelo Institut Cardijn (Bélgica), mestra em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e doutora em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas, com estágio de doutorado na École de Hautes Études en Sciences Sociales (França), Renata Gonçalves é docente da Universidade Federal de São Paulo, onde é uma das coordenadoras do Núcleo de Estudos Heleieth Saffioti – Gênero, Sexualidades e Feminismos, e do Núcleo de Estudos Reflexos de Palmares: análise da questão racial no Brasil. Ela também coordena o Programa de Desenvolvimento Acadêmico Abdias Nascimento.

“Estar aqui hoje é uma alegria muito grande, agradeço imensamente essa femenagem. Mas eu não estaria aqui se não fosse um imenso trabalho de um grupo de mulheres e jovens feministas que se dedicam aos estudos da Heleieth Saffioti junto comigo”, agradeceu a homenageada.

SOF: A Sempreviva Organização Feminista é uma organização não governamental com sede em São Paulo que visa o fortalecimento da autonomia das mulheres, atuantes como sujeitos políticos na projeção de novos modelos de sociedade, por meio dos movimentos sociais organizados locais, regionais ou de outros países da América Latina.  Desde 1980 a SOF contribui com atividades educativas para aprofundar o conhecimento sobre as dimensões econômicas nas relações de violência contra as mulheres, que são as pessoas mais vulneráveis economicamente da sociedade. A honraria de “femenagem” foi entregue à professora Marilane Teixeira, presidente da SOF.

“Essa honraria se trata do reconhecimento de um trabalho de muitas décadas, não apenas à cidade de São Paulo, mas a todo Brasil, inclusive como referência internacional. A perspectiva de feminismo, de luta de direito está profundamente comprometida com uma visão de sociedade e a SOF tem tido um papel fundamental, junto a outras organizações e outros movimentos sociais no enfrentamento aos ataques dos direitos das mulheres”, falou Marilane em seu agradecimento.

Clique aqui e confira a solenidade na íntegra.

 

Este é um espaço de livre manifestação. É dedicado apenas para comentários e opiniões sobre as matérias do Portal da Câmara. Sua contribuição será registrada desde que esteja em acordo com nossas regras de boa convivência digital e políticas de privacidade.

Nesse espaço não há respostas - somente comentários. Em caso de dúvidas, reclamações ou manifestações que necessitem de resposta clique aqui e fale com a Ouvidoria da Câmara Municipal de São Paulo.

 Deixe a sua contribuição:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também