Seminário na Câmara debate políticas para doença de pele rara

FELIPE PALMA
DA TV CÂMARA SP

Doença rara não contagiosa, transmitida por fatores genéticos, a epidermólise bolhosa foi debatida em seminário na Câmara Municipal de São Paulo, no último sábado (31/08). Iniciativa do vereador Gilberto Natalini (PV), o evento abordou políticas públicas voltadas aos cuidados daqueles que sofrem dessa enfermidade.

Considerada uma das mais severas doenças tratadas pela dermatologia, a epidermólise bolhosa provoca lesões e feridas na pele e mucosas. Pode afetar também órgãos internos e deixar sequelas que comprometem a qualidade de vida dos doentes.

Assista à matéria da TV CÂMARA SP:

Deixe uma resposta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também