Confira balanço da Ouvidoria da Câmara no mês de junho

MARIANE MANSUIDO
HOME OFFICE

A Ouvidoria da Câmara Municipal de São Paulo registrou, no mês de junho deste ano, 157 manifestações, de acordo com balanço divulgado pelo órgão. O atendimento presencial está suspenso devido à pandemia do novo coronavírus, por isso, as solicitações foram realizadas por canais de atendimento à distância: 50% via WhatsApp, 27% via e-mail e 15% pelo Portal do Cidadão.

De acordo com o relatório, as zonas Oeste e Leste da cidade lideram o ranking de solicitações de junho, com 9% e 8% dos registros, respectivamente. A maior demanda da Ouvidoria foram pedidos de informação (55%), seguidos por solicitações de providências (20%), muitas delas referentes ao atual período de pandemia.

O balanço destaca que a maioria dos atendimentos – 63 no total – referiu-se à Câmara Municipal. Entre as solicitações, estão dúvidas sobre o pagamento de IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) durante a pandemia, informação sobre a redução dos subsídios dos vereadores para auxílio nas despesas públicas com a pandemia, além de esclarecimentos sobre Projetos de Lei em tramitação.

Também foram protocoladas 26 solicitações referentes à Prefeitura de São Paulo, em assuntos relacionados ao serviço 156 e às secretarias municipais, para as quais foram devidamente remetidas. Entre elas, informações sobre a reabertura do comércio no centro da cidade  e retomada das atividades de trabalho em escritórios para pessoas do grupo de risco.

A íntegra do relatório pode ser acessada clicando aqui.

LAI

De acordo com o relatório, a Ouvidoria da Câmara recebeu nove demandas relacionadas à LAI (Lei de Acesso à Informação) no mês de junho, realizadas principalmente via Portal do Cidadão. Entre as solicitações, está o pedido de informação referente a emendas parlamentares, requerimentos sobre  empresas que venceram pregão na Câmara Municipal e sobre a redução de custos de gabinete.

Com o atendimento presencial suspenso temporariamente, lembramos que você pode encaminhar sugestões, reclamações e observações à Ouvidoria por meio dos seguintes canais:

WhatsApp – (11) 3396-4000

  • Telefone – 0800-3-226272; horário: das 8h às 19h
  • Carta – Escreva para Ouvidoria do Parlamento:
    Viaduto Jacareí, nº 100, Bela Vista, São Paulo-SP, CEP 01319-900
  • Internet:

Deixe a sua contribuição:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também