Boletim aponta 13,2 mil mortes e 347 mil casos confirmados de Covid-19 na capital paulista

DANIEL MONTEIRO
HOME OFFICE

Segundo dados do boletim diário publicado pela Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo sobre a pandemia do novo coronavírus (causador da Covid-19), nesta quinta-feira (15/10), a capital paulista contabiliza 13.217 vítimas da Covid-19.

Há, ainda, 347.018 casos confirmados de infecções pelo novo coronavírus e 446.466 casos suspeitos sob monitoramento. Até o momento, 473.696 pessoas receberam alta após passar pelos hospitais de campanha, da rede municipal, contratualizados e pela atenção básica do município.

Abaixo, gráfico detalhado sobre os índices da Covid-19 na cidade de São Paulo nesta quinta-feira.

Prefeitura de SP

Em relação ao sistema público de saúde na Grande São Paulo, nesta quinta-feira a taxa de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) destinados ao atendimento de pacientes com Covid-19 é de 41,3%.

Considerado pela OMS (Organização Mundial da Saúde) e autoridades sanitárias a principal forma de contenção da pandemia do novo coronavírus, o isolamento social na cidade de São Paulo, na última quarta-feira (14/10), foi de 41%.

Os dados são do Sistema de Monitoramento Inteligente do Governo de São Paulo, que utiliza dados fornecidos por empresas de telefonia para medir o deslocamento da população e a adesão às medidas estabelecidas pela quarentena no Estado.

Mais sobre o coronavírus

Terminam nesta sexta-feira (16/10) as inscrições para a Mostra “As Ciências e a Pandemia de Covid-19″, que tem por objetivo estimular e ajudar a promover e difundir iniciativas audiovisuais de divulgação e conscientização sobre a pandemia de coronavírus no Brasil.

Lançada pela SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência) no dia 5 de setembro, a atividade é parte da versão virtual e estendida da 72ª Reunião Anual da SBPC, que será realizada até dezembro de 2020.

Grande parte desses trabalhos foram feitos em formato de vídeos, compartilhados nos mais diversos canais pelas redes sociais e por grupos de pesquisa e instituições diversas, constituindo-se em um conjunto significativo de iniciativas de divulgação científica. Por isso, o objetivo dessa mostra é chamar a atenção para a importância de tais iniciativas, colaborar com a divulgação delas e destacar seus realizadores.

Instituições de ensino e pesquisa, universidades, entidades, grupos de pesquisa e escolas de todo o País estão convidados a participar enviando até dois vídeos para cada uma das categorias – Drops (de até 1 minuto), curta-metragem (de até 10 minutos) e média-metragem (de 10 a 20 minutos). Os interessados podem se inscrever até sexta-feira, 16 de outubro, ou até o número de inscritos atingir o limite total de 300 vídeos.

Os vídeos inscritos passarão por uma curadoria inicial, indicada pela SBPC, e os selecionados serão publicados em uma playlist no canal da SBPC no YouTube, para votação do público e do júri selecionado pela SBPC, em novembro.

Os 9 vídeos mais votados pelo público e os 3 selecionados pelo júri serão divulgados pelos canais da SBPC no dia 25 de novembro. Já os vencedores participarão de sessões de apresentação e bate-papo na semana que encerra a 72ª Reunião Anual da SBPC, entre os dias 1 e 5 de dezembro de 2020.

Mais informações podem ser conferidas neste link.

Atuação do Município

Desde a última quarta-feira (14/10), o Centro de Informação à Pessoa com Deficiência voltou a realizar atendimento presencial na estação Tatuapé do Metrô. O espaço, que teve os serviços adaptados para o formato virtual em virtude da pandemia do novo coronavírus, retornou com o atendimento das 7h às 17h.

Fruto da parceria entre a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência e a Companhia do Metropolitano de São Paulo, por meio do Centro de Tecnologia e Inovação, a iniciativa conta com funcionários que fazem a captação de currículos de pessoas com deficiência para encaminhamento em vagas de emprego, além de proporcionar um atendimento personalizado para comunicação em Libras e técnicos para pequenos reparos em cadeiras de rodas e bengalas.

O objetivo é ampliar a oferta de ações de acessibilidade e inclusão implantadas pelo sistema metroviário paulista, que tem estações e trens acessíveis, além de funcionários capacitados para atender esse público.

Ações e Atitudes

Vinculado à UFSCar (Universidade Federal de São Carlo, o LAbI (Laboratório Aberto de Interatividade para a Disseminação do Conhecimento Científico e Tecnológico) acaba de lançar uma série de vídeos voltada à divulgação de esforços da comunidade científica brasileira em todas as áreas do conhecimento no enfrentamento da pandemia de Covid-19.

Intitulada “Ciência contra a Covid-19”, a série traz os próprios pesquisadores apresentando seu trabalho, em episódios de cerca de cinco minutos veiculados semanalmente no site e nas redes sociais do Laboratório (Facebook, Twitter, Instagram e canal no YouTube). Os três primeiros episódios já estão no ar.

Os vídeos da série “Ciência contra a Covid-19” são gravados pelos próprios pesquisadores e finalizados pela equipe do LAbI. Interessados em participar podem entrar em contato pelo e-mail producao.labi@gmail.com, para orientações.

O “Ciência contra a Covid-19” e demais produções do LAbI no contexto da pandemia têm o apoio do CDMF (Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais), um Cepid (Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão) fomentado pela Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo). O material pode ser conferido no site do LAbI, em www.labi.ufscar.br.

*Este conteúdo e outros conteúdos especiais podem ser conferidos no hotsite Coronavírus

Deixe a sua contribuição:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também