Projeto “Controladoria na Escola”, do DF, é apresentado em evento da Escola do Parlamento

Luiz França/CMSP

3ª edição do Projeto Cidades e Inovações apresentou o “Controladoria na Escola”, programa inovador no Distrito Federal

DA REDAÇÃO

A Escola do Parlamento realizou nesta sexta-feira (2/02) a 3ª edição do Projeto Cidades e Inovações trazendo um caso de sucesso da Controladoria Geral do Distrito Federal. Trata-se do projeto “Controladoria na Escola”, que foi criado em 2016, com o intuito de estimular a participação de alunos e professores em um programa que promove a consciência cidadã, o controle e participação social para a solução de problemas do País e a capacitação ética e cidadã dos jovens.

O “Controladoria na Escola” é voltado aos alunos de 8º e 9º anos do ensino fundamental das escolas

Luiz França/CMSP

Henrique Ziller

do Distrito Federal. O controlador geral do Distrito Federal, Henrique Ziller, explicou que o objetivo é envolver o aluno a fiscalizar e cuidar da escola que ele frequenta.

“O aluno verifica as condições das instalações da escola e também da merenda escolar. E depois dessa análise, percebe que, muitas vezes, os próprios alunos são causadores do problema. Então a ideia é propor uma solução e participar dela”, disse o controlador.

Em 2017, esse projeto reuniu 104 escolas do Distrito Federal, quatro mil alunos e 280 professores. As escolas participaram de uma gincana, visando a melhoria do ambiente escolar, na qual receberam prêmios que totalizaram R$ 140 mil. Os professores foram capacitados e treinados para participar do projeto e concorreram a 30 bolsas de pós-graduação.

O programa também contou com um aplicativo que ajudou os alunos a catalogarem os problemas verificados nas escolas.

“Esse aplicativo gera um relatório, que depois é utilizado tanto para descobrir as causas do problema como propor soluções para aquilo que foi identificado”, disse Ziller.

O diretor-presidente da Escola do Parlamento, Humberto Dantas, afirmou que o projeto apresentado pelo controlador geral do Distrito Federal, Henrique Ziller, tem a capacidade de  transformar essa cultura de percepção das pessoas acerca de suas responsabilidades em relação a realidade pública.

“É uma fala que nos conecta com princípios basilares da cidadania e a partir disso eu acredito que a gente possa fortalecer coisas que já fazemos e obviamente buscar inspirações nessa experiência de educação para cidadania.”

Para obter mais informações sobre esse projeto basta consultar no youtube os termos: Controladoria na Escola ou Prêmio Escola de Atitude. Você também pode conhecer o trabalho da Escola do Parlamento no Portal da Câmara.

2 Contribuições

Emilio de Souza Lima

Vi essa apresentação no dia anterior, na Escola de Contas do TCM. Sou pai de aluna matriculada na rede pública estadual, assim como Dir. Financeiro da A.P.M. (cargo que ousei ocupar somente para dificultar os desmandos financeiros). O projeto é digno de ser chamado de TRANSFORMADOR. Falta agora àqueles que se dizem estar sempre a favor da educação, a vergonha na cara e meter a mão nessa massa. Parabéns ao Ziller!!!

Contribuições encerradas.

Veja também