Prêmio Heitor Villa-Lobos é entregue para projetos musicais de escolas públicas

Afonso Braga | REDE CÂMARA

MARCO CALEJO
HOME OFFICE

A Educação Musical ditou o ritmo da Câmara Municipal de São Paulo na noite desta segunda-feira (23/11). O Legislativo paulistano entregou o 2º Prêmio Heitor Villa-Lobos para as escolas públicas que se destacaram com projetos musicais em 2020.

A Sessão Solene aconteceu no Plenário 1º de Maio e foi presidida pelo vereador Reis (PT), autor da proposta que criou o prêmio. Durante o discurso de abertura da cerimônia, o parlamentar defendeu o ensino musical nas escolas para que sejam descobertos novos talentos. “A música harmoniza o ambiente, a música é libertadora, a música faz com que as pessoas se desenvolvam. Muitas pessoas vivem da música e descobrem nela a sua forma de vida”.

O presidente da Ordem dos Músicos do Brasil, Márcio Teixeira, também compôs a mesa da sessão. Ele reconheceu a importância do Prêmio Heitor Villa-Lobos. “A música salva, ela cura. A música faz bem para a alma”.

Devido à pandemia da Covid-19, a Câmara Municipal de São Paulo seguiu os protocolos sanitários e de saúde. Portanto, para evitar aglomeração, as apresentações musicais vencedoras em 2019 e depoimentos de representantes da comissão julgadora deste ano foram exibidos em vídeos no painel eletrônico do Plenário 1º de Maio.

Prêmio Heitor Villa-Lobos

Criada 2017, em homenagem ao maestro e compositor carioca Heitor Villa-Lobos (1887-1959), a premiação destaca projetos e trabalhos inovadores na área da educação musical, realizados em escolas públicas da cidade de São Paulo.

Premiação 2020

Em primeiro lugar ficou o projeto “Coral Educantus”, da EMEF (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Professor Enzo Antonio Silvestrin, Zona Norte de São Paulo. A responsável pelo trabalho, Ana Paula Dias, falou em nome da equipe vencedora. “Foi um ano bem difícil, mas eu estou aqui com um mix de emoções”, disse ela, que completou. “Mesmo longe, estamos conectados e nos fortalecendo através da música. Parabéns, meus amores”.

A segunda colocação foi para o projeto “A música na Educação Infantil”, do CEU (Centro Educacional Unificado) EMEI (Escola Municipal de Educação Infantil) Braz Jaime Romano, região Leste da capital paulista. Uma das representantes da escola fez um agradecimento coletivo. “Estamos muito orgulhosas de poder vivenciar essa experiência. Como todos aqui, nós acreditamos que a música é maravilhosa e trabalhar com a música é muito importante”.

E em terceiro lugar ficou o projeto “Educomunicação – Banda Mabreu”, da EMEF Dr. Manoel de Abreu, Zona Sul da cidade. Paulo Pires dos Santos, responsável pelo trabalho, também agradeceu o prêmio recebido. “Muita gratidão por estar aqui. A ideia é levar música, discutir a música e acompanhar os diversos ritmos musicais que existem”.

Assista aqui à cerimônia de entrega do Prêmio Heitor Villa-Lobos 2020.

Este é um espaço de livre manifestação. É dedicado apenas para comentários e opiniões sobre as matérias do Portal da Câmara. Sua contribuição será registrada desde que esteja em acordo com nossas regras de boa convivência digital e políticas de privacidade.

Nesse espaço não há respostas - somente comentários. Em caso de dúvidas, reclamações ou manifestações que necessitem de resposta clique aqui e fale com a Ouvidoria da Câmara Municipal de São Paulo.

 Deixe a sua contribuição:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também