CPI fiscalizará locais dos serviços de valets

MARCO ANTONIO CALEJO
DA REDAÇÃO 

Na reunião da quarta-feira (29/8), os membros da CPI dos Valets discutiram como serão as regras para a regularização das atividades do serviço, com o objetivo de facilitar a legalização do trabalho da categoria desses prestadores.

A presidente da CPI, vereadora Soninha Francine (PPS), disse que a partir de agora a pauta é estruturar as diligências para realizar a fiscalização “in loco”. “No próximo encontro, daqui a 15 dias, a CPI pretende receber representantes do sindicato dos agentes vistores, da Secretaria Municipal de Gestão e da Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia”, disse Soninha.

A finalidade da CPI é investigar o funcionamento dos Valets no município de São Paulo (Processo RDP 08-00056/2017).

Confira na reportagem:

 

Veja também