Governo de SP vai investir R$ 200 milhões para retomada do setor cultural

KAMILA MARINHO
HOME OFFICE

Em coletiva na tarde desta terça-feira (11/5), o Governo do Estado de São Paulo anunciou investimento de R$ 200 milhões para 9.340 projetos de artistas, produtores culturais e prefeituras, que serão selecionados por chamadas públicas e curadorias independentes. Segundo o governador João Doria (PSDB), o objetivo é estimular a retomada das atividades culturais e criativas, fortemente impactadas pela crise gerada pela pandemia do coronavírus, e incentivar a geração de renda, emprego e desenvolvimento.

A expectativa da Secretaria de Cultura e Economia Criativa é a geração de 138 mil postos de trabalho e um impacto econômico de R$ 300 milhões.

São três programas de fomento articulados e complementares: ProAC Expresso Editais, ProAC Expresso Direto e Juntos pela Cultura, com investimento de R$ 182 milhões. Além disso, a administração estadual obteve uma liminar que autoriza o uso dos recursos da Lei Aldir Blanc revertidos dos municípios ao Estado. Serão R$ 18 milhões para 11 linhas de prêmios nas áreas de teatro, dança circo, literatura, artes visuais, música, audiovisual e Pontos de Cultura.

Programas de Fomento à Cultura

O ProAC Expresso Editais:  O programa tem este ano o valor recorde de R$ 60 milhões, sendo R$ 49,84 milhões para projetos que serão selecionados em 2021; R$ 7,1 milhões para as segundas parcelas dos projetos selecionados em 2020 e R$ 2,1 milhões para o pagamento dos 175 profissionais que formarão as comissões de seleção e demais custos administrativos.

ProAC Expresso Direto: É o substituto do ProAC Expresso ICMS, de incentivo fiscal à cultura, mantém o mesmo valor de investimento de R$ 100 milhões e o mesmo perfil do anterior. São quatro linhas: Projetos Aprovados no ProAC ICMS com Recursos Captados em 2020 e 2019; Projetos Sem Captação no ProAC ICMS; Prêmio para Profissionais do Setor Cultural e Criativo e Prêmio para Espaços Culturais e Criativos.

Juntos pela Cultura: A edição 2021 do Juntos pela Cultura, programa de fomento e difusão on-line e presencial que tem perfil municipalista e envolve parcerias com prefeituras. A iniciativa, realizada com a Secretaria de Desenvolvimento Regional e com gestão e produção da Organização Social Amigos da Arte, inclui ações como Virada SP, Circuito SP, Tradição SP e Revelando SP. São 12 linhas ao todo, sendo sete para municípios, quatro para artistas e uma para organizações, com um valor total de R$ 20 milhões, sendo R$ 10,6 milhões para chamadas públicas. A estimativa é beneficiar mais de quatro mil artistas, dois mil técnicos e 164 municípios em 962 propostas artísticas.

Mais sobre o novo coronavírus I

De acordo com o boletim diário mais recente publicado pela Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo sobre a pandemia do novo coronavírus, nesta segunda-feira (10/5) a capital paulista totalizava 28.319 vítimas da Covid-19.

Havia, ainda, 1.078.466 casos confirmados de infecções pelo novo coronavírus. Desde o início da pandemia, 1.235.267 pessoas haviam recebido alta após passar pelos hospitais de campanha, da rede municipal, contratualizados e pela atenção básica do município.

Abaixo, gráfico detalhado sobre os índices da Covid-19 na cidade de São Paulo.

Prefeitura de SP

Em relação ao sistema público de saúde, nesta terça-feira (11/5), a taxa de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) destinados ao atendimento de pacientes com Covid-19 na região metropolitana de São Paulo é de 76,5%.

Já o índice de isolamento social  cidade de São Paulo, nesta segunda, foi de 39%. A medida é considerada pela OMS (Organização Mundial da Saúde) e autoridades sanitárias a principal forma de contenção da pandemia do novo coronavírus.

A aferição do isolamento é feita pelo Sistema de Monitoramento Inteligente do Governo de São Paulo, que utiliza dados fornecidos por empresas de telefonia para medir o deslocamento da população e a adesão às medidas estabelecidas pela quarentena no Estado.

Mais sobre o novo coronavírus II

Após comunicado do Ministério da Saúde e Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), a direção do PEI (Plano Estadual de Imunização) contra Covid-19 decidiu suspender temporariamente a vacinação de gestantes com comorbidades, prevista para começar nesta terça-feira em todo o Estado.

A nota técnica da Anvisa orienta que o uso da vacina da AstraZeneca seja feito de acordo com o indicado na bula, que não recomenda o uso do imunizante em gestantes sem orientação médica, e deve ser seguida pelo PNI (Programa Nacional de Imunizações).

Em comunicado, emitido na noite de segunda-feira (10/5), a Prefeitura de São Paulo informou que seguirá as determinações da agência e lembrou que a vacinação contra Covid-19 segue em andamento, com a imunização de primeira dose para metroviários, ferroviários, mães de recém-nascidos com comorbidades e pessoas com deficiência permanente (55 a 59 anos).

Para atender este público, estimado em 40 mil pessoas, a Secretaria Municipal da Saúde anunciou a reabertura de nove dos 27 mega drive-thrus a partir desta terça.

Nesta nova etapa da campanha de vacinação, funcionam exclusivamente em sistema drive-thru os seguintes endereços: Anhembi, Hebraica, Hospital Dom Alvarenga, Memorial da América Latina, Novartis e os shoppings Aricanduva, Anália Franco, Interlagos e Jardim Sul. Os locais estarão em funcionamento das 8h às 17h apenas para aplicação de primeira dose nos grupos elegíveis.

A partir de amanhã, os 27 drives serão reabertos, assim com os postos montados em farmácias parceiras da campanha. As 468 UBSs (Unidades Básicas de Saúde) da capital disponibilizarão a vacinação em duas doses para todos deste grupo da campanha de imunização.

A semana começou com a vacinação de mais três grupos: pessoas com Síndrome de Down, pacientes renais em hemodiálise e pessoas transplantadas imunossuprimidas, com idade acima dos 18 anos. Na quarta-feira (12/5), pessoas de 55 a 59 com comorbidade também poderão tomar a primeira dose. Neste caso, será preciso apresentar um comprovante de condição de risco, como exames, receitas, relatório médico ou prescrição médica.

Para evitar aglomerações e agilizar o atendimento, a secretaria recomenda o pré-cadastro no site Vacina Já . Basta inserir dados como nome completo, CPF, endereço completo, telefone e data de nascimento para concluir o cadastro.

Atuação do município

Mais uma nova miniusina de oxigênio foi entregue hoje pela Prefeitura de São Paulo. O equipamento foi instalado no Pronto Socorro da Lapa na Zona Oeste da cidade. Esta é a décima miniusina entregue na capital.

Seis já estão em funcionamento: no Hospital Municipal Capela do Socorro, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Jabaquara, nos hospitais dia M’Boi Mirim II, Flávio Gianotti, e Tito Lopes, além de outra no Hospital Sorocabana. Outras três em processo de instalação.

A cidade de São Paulo ganhará, ao todo, 19 equipamentos que, somados, terão capacidade para produzir 9.000m³ do gás por dia, o equivalente a 900 cilindros. Essa quantidade será suficiente para abastecer 596 leitos de enfermaria e 211 de UTIs (Unidades de Terapia Intensiva).

Outras unidades que vão receber uma miniusina geradora de oxigênio são: UPA Vila Mariana, Hospital Dia São Mateus, AMA (Assistência Médica Ambulatorial) José Pires, Hospital Dia Mooca, Hospital Dia Butantã, Hospital Dia Vila Guilherme, Hospital Dia Brasilândia, Hospital Dia Sapopemba e outra miniusina no Pronto Socorro da Lapa.

*Ouça abaixo a versão podcast do boletim Coronavírus

1ª edição

2ª edição

*Este conteúdo e outros conteúdos especiais podem ser conferidos no hosite Coronavírus

Este é um espaço de livre manifestação. É dedicado apenas para comentários e opiniões sobre as matérias do Portal da Câmara. Sua contribuição será registrada desde que esteja em acordo com nossas regras de boa convivência digital e políticas de privacidade.

Nesse espaço não há respostas - somente comentários. Em caso de dúvidas, reclamações ou manifestações que necessitem de resposta clique aqui e fale com a Ouvidoria da Câmara Municipal de São Paulo.

 Deixe a sua contribuição:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também