Confira a relação de vias da capital com velocidade máxima reduzida neste mês 

NATALIA DO VALE
HOME OFFICE

Desde o dia 3 de maio, a Prefeitura de São Paulo reduziu a velocidade máxima permitida de 50 km/h para 40 km/h em 24 vias da cidade. A medida visa reduzir a mortalidade de pedestres e motoristas em toda a capital paulista.

A iniciativa está alinhada com as políticas públicas mundiais para a redução de acidentes e mortes no trânsito, incluindo a Segunda Década de Ação pela Segurança no Trânsito da ONU, e faz parte também do Plano de Segurança Viária da Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes, conhecido como Vida Segura.

O plano, criado em 2019, marca a adesão de São Paulo aos conceitos de Visão Zero e Sistemas Seguros, que partem da premissa de que nenhuma morte no trânsito é aceitável.

A redução da velocidade nas 24 vias entrou em vigor na primeira semana do Maio Amarelo, mês em que várias cidades pelo Brasil promovem campanhas e ações para a proteção da vida no trânsito.

Maio Amarelo

O Movimento Maio Amarelo foi criado pela ONU (Organização das Nações Unidas) em 11 de maio de 2011, com o objetivo de chamar a atenção para os altos índices de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo.

A intenção do movimento é colocar em pauta o tema da segurança viária e mobilizar os mais diversos segmentos da sociedade a fim de promover mudanças importantes que resultem na redução de mortes e na construção de um trânsito mais humano e seguro.

O tema da campanha deste ano no Brasil é “Respeito e Responsabilidade: pratique no trânsito”.

Número de mortes em alta na capital

Segundo dados do Infosiga SP (Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo) divulgados em abril, no primeiro trimestre deste ano, a cidade de São Paulo registrou 203 mortes por acidentes de trânsito, número 6,3% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado, quando foram contabilizados 191 óbitos.

O Programa de Metas da Prefeitura de São Paulo (2021-2024), no eixo SP Ágil, prevê a redução da mortalidade nas vias da cidade para 4,5 mortes a cada 100 mil habitantes até 2024. Atualmente, o número é de 6 mortes a cada 100 mil habitantes, o que aproxima a cidade da meta estabelecida pela ONU.

Veja quais são as vias com a redução de velocidade em São Paulo:

Zona Norte

    • Avenida Água Fria (Santana)
    • Avenida Araritaguaba (Vila Maria)
    • Avenida Carmópolis de Minas (Vila Maria)
    • Rua Chico Pontes (Vila Guilherme)
    • Avenida Guapira (Tucuruvi)
    • Avenida Imirim (Imirim)
    • Avenida Jardim Japão (Jardim Brasil)
    • Rua José Debieux (Santana)
    • Rua Maria Cândida (Vila Guilherme)
    • Avenida Olavo Fontoura (Parque Anhembi)
    • Avenida Serafim Gonçalves Pereira (Pq. Novo Mundo)

Zona Sul

  • Rua Santa Cruz (Vila Mariana)
  • Rua Edmundo Carvalho (São João Clímaco)
  • Viaduto Dr. Eduardo Saigh (Vila Mariana)
  • Rua José Ferreira Pinto (Vila Clementino)
  • Rua Loefgreen (Vila Mariana)

Zona Leste

  • Rua São Teodoro (Vila Carmosina)
  • Rua dos Continentes (Vila Ré)
  • Avenida Dr. Eduardo Cotching (Vila Formosa)
  • Avenida João XXIII (Vila Formosa)
  • Rua Eng. José Cruz de Oliveira (São Miguel Paulista)
  • Avenida Miguel Ignácio Curi (Artur Alvim)
  • Avenida Nagib Farah Maluf (José Bonifácio)

Zona Oeste

  • Avenida Cândido Portinari (Vila Jaguara)

Este é um espaço de livre manifestação. É dedicado apenas para comentários e opiniões sobre as matérias do Portal da Câmara. Sua contribuição será registrada desde que esteja em acordo com nossas regras de boa convivência digital e políticas de privacidade.

Nesse espaço não há respostas - somente comentários. Em caso de dúvidas, reclamações ou manifestações que necessitem de resposta clique aqui e fale com a Ouvidoria da Câmara Municipal de São Paulo.

 Deixe a sua contribuição:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também