Capital começa a usar Pfizer para segunda dose contra Covid-19 no lugar da AstraZeneca

KAMILA MARINHO
HOME OFFICE

A Prefeitura de São Paulo começou nesta segunda-feira (13/9) a aplicação da vacina contra a Covid-19 da Pfizer em pessoas que deveriam receber a segunda dose da AstraZeneca em razão da falta desse imunizante na cidade.

A Secretaria Municipal da Saúde estima que atualmente há 340 mil pessoas na capital que podem ser imunizadas dessa forma. Podem receber a segunda dose da Pfizer todas as pessoas que deveriam ser vacinadas com a segunda dose da AstraZeneca desde 1º de setembro.

Segundo o governo de São Paulo, há um atraso no envio das vacinas da AstraZeneca para o Estado, causando a falta do imunizante e que já deveriam ter sido disponibilizadas mais um milhão de doses para a segunda fase da imunização desde 4 de setembro.

O Ministério da Saúde, no entanto, contesta essa informação e diz que o Estado usou para primeira dose parte do estoque que deveria ser reservada para a segunda aplicação. Ainda segundo o ministério, foram enviadas para São Paulo 12,4 milhões de doses para primeira aplicação e 9,2 milhões de doses para a segunda etapa. Porém, de acordo com a pasta, o Estado fez 13,99 milhões de aplicações de primeira dose.

Mais sobre o novo coronavírus 1

O PNI (Programa Nacional de Imunizações) do Ministério da Saúde recebeu neste domingo (12/9) o total de 5,1 milhões de doses da Pfizer/BioNTech. Os lotes desembarcaram pelo Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP). Essa é a maior remessa já entregue pela farmacêutica em um dia desde o começo da campanha de vacinação.

Segundo o Ministério da Saúde, as vacinas vão acelerar a campanha de vacinação que já imunizou mais de 70 milhões de brasileiros com as duas doses ou a vacina de dose única, ou seja, quase 44% da população adulta. Os reflexos da imunização da população aparecem nos dados epidemiológicos todos os dias. Na última semana, 23 Estados estavam com ocupação de leitos abaixo de 50%.

Desde o início da campanha de vacinação, das 259,4 milhões de doses distribuídas aos Estados e Distrito Federal, 59 milhões são da farmacêutica Pfizer/BioNTech. Para que as vacinas cheguem aos postos de imunização, as doses passam por um rápido e rigoroso controle de qualidade.

No total, o Ministério da Saúde já entregou aos Estados e ao DF mais de 259 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19. Mais de 136 milhões de brasileiros já receberam a primeira dose dos imunizantes, isto é, cerca de 85% dos 160 milhões de brasileiros com mais de 18 anos.

Mais sobre o novo coronavírus 2

De acordo com o boletim diário mais recente publicado pela Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo sobre a pandemia do novo coronavírus, até domingo (12/9), a capital paulista totalizava 37.376 vítimas da Covid-19. Havia, ainda, 1.422.568 casos confirmados de infecções pelo novo coronavírus.

Abaixo, gráfico detalhado sobre os índices da Covid-19 na cidade de São Paulo.

Prefeitura de SP

Em relação ao sistema público de saúde, os dados mais recentes mostram que a taxa de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) destinados ao atendimento de pacientes com Covid-19 na região metropolitana de São Paulo, nesta segunda (13/9), é de 38,5%.

Já neste domingo (12/9), o índice de isolamento social na cidade de São Paulo foi de 43%. A medida é considerada pela OMS (Organização Mundial da Saúde) e autoridades sanitárias a principal forma de contenção da pandemia do novo coronavírus.

A aferição do isolamento é feita pelo Sistema de Monitoramento Inteligente do Governo de São Paulo, que utiliza dados fornecidos por empresas de telefonia para medir o deslocamento da população e a adesão às medidas estabelecidas pela quarentena no Estado.

Mais sobre o novo coronavírus 3

A Secretaria da Administração Penitenciária fechou o mês de agosto sem mortes por Covid-19 nos 179 presídios do Estado de São Paulo, incluindo as unidades da região noroeste. Essa realidade é reflexo do esforço oferecido pelo governo estadual à população, com a pioneira e ampla vacinação implementada inclusive dentro dos estabelecimentos penais: 100% dos reeducandos já tinham tomado ao menos a primeira dose da vacina em meados do mês passado.

Na última quinta-feira (9/9), o número de vacinados pelo menos com a primeira dose era de 214.475. Essa proteção se soma a todas as outras medidas e os cuidados adotados durante a pandemia, que superaram os bons resultados, diariamente.

Mais sobre o novo coronavírus 4

O Estado de São Paulo registrou neste domingo (12/9), menos de 5,5 mil internados pela Covid-19 após 17 meses acima desta marca. A queda é reflexo do avanço da campanha de vacinação e das estratégias de prevenção e enfrentamento da doença.

Hoje, há 5.483 pacientes hospitalizados, somando 2.691 em leitos de Terapia Intensiva e 2.792 em enfermaria. Em 13 de abril de 2020, eram 5.768 internações no total, sendo 2.196 UTI e 3.572 leitos clínicos.

Desde o início da pandemia, houve 4.300.307 casos de Covid-19 em São Paulo. Destes, 4.082.364 já estão recuperados, incluindo 445.214 que foram internados e receberam alta hospitalar. Houve também 147.236 óbitos.

Atuação do município

A partir desta segunda (13/9), a cidade de São Paulo inicia a vacinação contra Covid-19 com a dose adicional para idosos com mais de 85 anos que tenham completado o esquema vacinal, com a segunda dose ou dose única, há pelo menos seis meses.

A Secretaria Municipal da Saúde reforça a obrigatoriedade de apresentar documento de identificação, comprovante de residência no município de São Paulo e o cartão de vacinação contra Covid-19.

Toda a rede de postos de vacinação da capital está em operação. Os idosos podem procurar uma das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) das 7h às 19h, além das Assistências Médicas Ambulatoriais (AMAs) e UBSs (Unidades Básicas de Saúde), mega postos, drive-thrus e farmácias parceiras, que funcionam das 8h às 17h. Pacientes acamados podem receber a vacina em casa pela equipe da UBS de referência.

Para evitar aglomerações, vale consultar o site De Olho na Fila e conferir a movimentação de pessoas nas unidades antes de realizar o deslocamento.

*Ouça aqui a versão podcast do boletim Coronavírus desta segunda-feira.

*Este conteúdo e outros conteúdos especiais podem ser conferidos no hotsite Coronavírus

Este é um espaço de livre manifestação. É dedicado apenas para comentários e opiniões sobre as matérias do Portal da Câmara. Sua contribuição será registrada desde que esteja em acordo com nossas regras de boa convivência digital e políticas de privacidade.

Nesse espaço não há respostas - somente comentários. Em caso de dúvidas, reclamações ou manifestações que necessitem de resposta clique aqui e fale com a Ouvidoria da Câmara Municipal de São Paulo.

 Deixe a sua contribuição:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também