Câmara de SP inicia 10ª Semana de Estudo e Leitura


MARCO CALEJO
HOME OFFICE

A partir desta segunda-feira (12/4), a Câmara Municipal de São Paulo inicia a 10ª Semana Municipal de Incentivo e Orientação ao Estudo e à Leitura. A programação, que ocorre de forma virtual devido à pandemia, conta com atividades educativas até a próxima sexta-feira (16/4).  O evento faz parte do calendário oficial da capital paulista desde 2009. 

Na edição deste ano, destaque para os temas relacionados à afetividade, diversidade e inclusão. Ao longo da Semana serão desenvolvidas 64 atividades, como saraus, bate-papo com escritores, apresentações teatrais e musicais, contação de histórias, roda de leitura e palestras. 

Durante a Sessão Solene, o vereador Eliseu Gabriel (PSB), autor da Lei Municipal n° 14.999 de 2009 que instituiu a Semana, disse que a proposta é estimular o acesso à educação. O parlamentar destacou ainda o valor que o evento tem conquistado nas últimas edições. 

“A gente gostaria que a cidade de São Paulo se tornasse, na segunda semana de abril, uma grande mobilização de todos os envolvidos para lembrar a importância da leitura. A gente precisa ter os eventos para lembrar das coisas importantes e para construirmos a cultura humana”, falou Eliseu Gabriel.

Representantes da Prefeitura de SP

Representantes da Prefeitura de São Paulo participaram da cerimônia de abertura. Para o secretário adjunto da Secretária Municipal de Mobilidade e Transportes, Hugo Koga, “a cidade de SP inicia mais uma vez esse projeto de suma importância para os nossos jovens estudantes, onde são estimuladas as práticas de estudo e leitura, aprimorando ainda mais a cultura e o conhecimento”.

A coordenadora do Sistema Municipal de Bibliotecas, Raquel da Silva Oliveira, também participou da solenidade. “É um momento de prazer e de alegria. É um refresco para a gente, em um período tão difícil. A gente, de verdade, se alegra em fazer essa Semana e fazer parte desse momento”.

Em nome da Secretaria Municipal de Educação, a secretária adjunta da pasta, Minéa Paschoaleto Fratelli, parabenizou a iniciativa e disse que o evento fomenta o estudo na capital paulista. “Mais do que trabalhar essas ações, é dar voz aos nossos bebês, crianças, jovens e adultos, que por meio de projetos como esse, mostram a sua capacidade, a sua competência e como a escola pública é de qualidade, é boa e tem inúmeros talentos”. 

A secretária municipal da Pessoa com Deficiência, Sílvia Grecco, destacou a importância da educação inclusiva e da acessibilidade à cultura por meio da leitura em braile, de audiobooks e de dispositivos que permitem o estudo às pessoas com deficiência. “É muito bom falar de leitura, de educação, de educação inclusiva, da leitura como importante instrumento na formação da personalidade das crianças, dos valores morais, no fortalecimento de vínculos afetivos, abrindo horizontes, sensibilizando e humanizando”. 

Representantes de entidades parceiras

De forma on-line, também estiveram presentes na Sessão Solene representantes de entidades parceiras. Representando o Sinesp (Sindicato Especialistas Ensino Público São Paulo), Christian Sznick afirmou que o incentivo à leitura e ao estudo é fundamental. “Como diretor de escola venho dizer que a Semana é essencial para levar cultura, ainda mais fora da escola”. 

Para o diretor da Aprofem (Sindicato dos Professores e Funcionários Municipais de São Paulo), Arnaldo Ribeiro dos Santos, participar da Semana de Estudo e Leitura é “motivo de satisfação, sempre nos orgulhamos em participar deste evento pela gênese de sua concepção, seus objetivos e efeitos práticos”. 

O bispo-auxiliar da Arquidiocese de São Paulo, Dom Carlos Lema Garcia, também elogiou a iniciativa do Legislativo paulistano em estimular à leitura e o estudo. “É importante para a formação da personalidade, da liberdade. Quando a gente lê, a gente está produzindo um cultivo interior”. 

Participantes de edições anteriores

Na Sessão Solene virtual que marcou a abertura da Semana de Estudo e Leitura, duas munícipes que participaram de edições anteriores relataram a experiência. Elas tiveram poemas publicados no e-book do evento de 2020.

A estudante Ana Luísa Martins fez a leitura da poesia publicada, expressou a felicidade em participar do evento e falou sobre a relação dela com a leitura. “Eu amo ler, é uma das coisas que eu mais gosto de fazer. Na pandemia, principalmente, tenho lido bastante”. 

Para a professora Mônica de França, que também teve o poema publicado no e-book do evento do ano passado, a oportunidade de participar foi enriquecedora. Ela fez um agradecimento ao presidente da Sessão Solene. “Em especial, ao vereador Eliseu Gabriel, autor desta lei tão importante que permitiu com que nós pudéssemos nos expressar através da escrita de uma maneira brilhante e profunda, que é a forma poética”.

Programação da Semana de Estudo e Leitura

As atividades da Semana Municipal de Incentivo e Orientação ao Estudo e à Leitura podem ser conferidas neste link

Já a abertura na íntegra da Semana de Estudo e Leitura está disponível aqui.

Este é um espaço de livre manifestação. É dedicado apenas para comentários e opiniões sobre as matérias do Portal da Câmara. Sua contribuição será registrada desde que esteja em acordo com nossas regras de boa convivência digital e políticas de privacidade.

Nesse espaço não há respostas - somente comentários. Em caso de dúvidas, reclamações ou manifestações que necessitem de resposta clique aqui e fale com a Ouvidoria da Câmara Municipal de São Paulo.

 Deixe a sua contribuição:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também