Nº10 – Notas

apartes-logo-materia

SET-OUT/2014
Voltar para o índice desta edição

Notas

Piscinas só com salva-vidas

02

Piscina de centro esportivo da Universidade de São Paulo (USP)

Marcos Santos/Agência USP

Segundo o Corpo de Bombeiros, 89% dos afogamentos de crianças em piscina ocorrem por falta de supervisão. Por isso, a Lei 16.059/2014, proposta pela vereadora Sandra Tadeu (DEM) e promulgada em agosto, determina a presença de um profissional de salvamento habilitado nas piscinas de creches, escolas e outras unidades educacionais, desportivas e de lazer públicas e privadas na cidade de São Paulo.

De acordo com a nova legislação, o estabelecimento que descumprir a lei ficará suspenso por 30 dias. Se a irregularidade persistir, o alvará de funcionamento será cassado. De acordo com pesquisa da Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático (Sobrasa), o afogamento é a segunda maior causa de morte de crianças no Brasil.

Para diminuir esse risco, os bombeiros recomendam vedar a piscina com uma capa após o uso, isolar o local com grades de pelo menos 1,5 metro, não deixar brinquedos nas proximidades, desligar o filtro quando alguém estiver na água e usar coletes presos ao corpo das crianças, em vez de boias ou flutuadores.

Reconhecimento aos maçons

Filosofia, educação, ciência e filantropia são os principais pilares da Maçonaria, que atua, entre outras causas, no combate aos privilégios. Para reconhecer as ações dos maçons em prol dos paulistanos, a Câmara Municipal de São Paulo (CMSP) instituiu a Medalha José Bonifácio e Diploma de Reconhecimento. Neste ano, a premiação foi realizada em 5 de setembro.

“Por menor que seja a unidade maçônica, certamente ela presta um grande serviço à comunidade que representa”, disse na cerimônia o vereador Goulart (PSD), proponente da honraria ao lado do ex-vereador William Woo. Nesta edição, os homenageados foram André Luiz de Moraes Rizzo, Antonio Pio Neto, David Arthur Whittemore, Jorge Ceravolo Junior, José Luiz Socorro, Laerte Alves da Silva, Luiz Zuffo, Paulo Barcellos Gatti e Paulo Rangel do Nascimento. As indicações foram feitas pelas instituições Grande Oriente de São Paulo, Grande Oriente Paulista e Grande Loja Maçônica do Estado de São Paulo.

O nome da honraria homenageia o patriarca da Independência brasileira, José Bonifácio de Andrada e Silva, primeiro grão-mestre (mais alto representante) da instituição Grande Oriente do Brasil.

CMSP lança aplicativo do PDE

A Câmara lançou, em 25 de setembro, o aplicativo Plano Diretor na Mão, com informações sobre o novo Plano Diretor Estratégico de São Paulo. O app é gratuito e está disponível para iOS e Android.

Delegados aposentados são homenageados

A Câmara Municipal de São Paulo (CMSP) homenageou, por relevantes serviços prestados, 25 delegados de polícia civil aposentados. A cerimônia ocorreu no dia 18 de agosto. “Precisamos fazer o que podemos para fortalecer a ideia de uma polícia republicana, independente, de Estado”, disse na cerimônia o presidente da CMSP, José Américo (PT), que elogiou a competência da Polícia Civil do Estado, apesar de dificuldades como a questão salarial.

Os profissionais foram indicados pela CMSP, em parceria com a Associação dos Delegados de Polícia do Estado e a Delegacia Geral de Polícia. A homenagem foi estabelecida pela Resolução 2/2005, proposta pelo vereador Celso Jatene (PTB), que atualmente está licenciado para exercer o cargo de secretário municipal de Esportes e também é delegado de polícia. O mesmo documento criou o Dia do Reconhecimento aos Delegados de Polícia Civil Aposentados.

Osmar Santos é o destaque no Dia do Rádio

A CMSP celebrou o Dia do Rádio (25 de setembro) com homenagem ao comentarista esportivo e narrador Osmar Santos. Criador de bordões como “ripa na chulipa” e locutor das Diretas Já, ele recebeu um troféu e participou de um programa ao vivo na Web Rádio Câmara.

03

Presidente José Américo entrega troféu a Osmar Santos

Mozart Gomes/CMSP

GCM recebe Medalha Jânio Quadros

Neste ano, a CMSP criou a Medalha e Diploma Jânio Quadros, em reconhecimento à atuação da Guarda Civil Metropolitana (GCM) em prol da população paulistana. A cerimônia de entrega, ocorrida no dia 15 de setembro, homenageou 70 guardas civis, além de 20 personalidades com atuação em benefício da comunidade, após terem seus nomes indicados pelo comandante-geral da GCM.

Proposta pelos vereadores Coronel Telhada (PSDB) e José Américo (PT), presidente da CMSP, a honraria foi criada pela Resolução 2/2014. O nome do prêmio é uma referência ao ex-prefeito de São Paulo, que promulgou a Lei 10.115/1986, que criou a GCM.

04

Premiados da Guarda Civil Metropolitana e da sociedade

Mozart Gomes/CMSP

Comente sobre essa matéria:

Facebook Twitter

Envie críticas ou sugestões:

Email: apartes@saopaulo.sp.leg.br