Coleta seletiva pode ser revertida em créditos na Nota Fiscal Paulistana

Ericka Perestrelo

Quarta, 04 Junho 2014 16:12


Coleta seletiva pode ser revertida em créditos na Nota Fiscal Paulistana by Web Radio Câmara SP

Um dos projetos de lei debatidos em audiência pública da Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara é o cria o programa nota fiscal paulistana e coleta seletiva de lixo.

O objetivo do PL 393/2012 é propor créditos na nota fiscal paulistana para quem fizer diariamente a separação dos seus resíduos sólidos.

O autor da proposta, vereador David Soares (PSD), falou sobre as vantagens de incentivar a reciclagem.

Adalberto Ângelo Custódio, assessor de relações institucionais da Secretaria de Serviços da cidade de São Paulo, declarou que o projeto é importante para o município, mas que precisa ser avaliado.

Mais tarde durante a reunião ordinária da Comissão de Finanças, os vereadores foram favoráveis a dois requerimentos do vereador Paulo Fiorilo (PT).

Os documentos pedem informações sobre as denúncias de participação da máfia dos fiscais na cobrança de ISS (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza) dos profissionais em regime de Sociedade Uniprofissional (SUP) e também de reclamações de munícipes sobre a falta de água em diversas ocasiões e em diferentes regiões da cidade, como explicou Fiorilo.

Na reunião os vereadores também divulgaram o calendário da Lei de Diretrizes Orçamentária da cidade. A expectativa é que a primeira votação da proposta seja realizada amanhã.

Este é um espaço de livre manifestação. É dedicado apenas para comentários e opiniões sobre as matérias do Portal da Câmara. Sua contribuição será registrada desde que esteja em acordo com nossas regras de boa convivência digital e políticas de privacidade.

Nesse espaço não há respostas - somente comentários. Em caso de dúvidas, reclamações ou manifestações que necessitem de resposta clique aqui e fale com a Ouvidoria da Câmara Municipal de São Paulo.

 Deixe a sua contribuição:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também