Raça, Gênero, Democracia e Participação Política no Brasil

Curso de Extensão Universitária (30h) em parceria com o Geledés Instituto da Mulher Negra                                                           

Coordenação:

Profa. Ms. Suelaine Carneiro (Geledés – Instituto da Mulher Negra)
Profa. Dra. Jaqueline (Geledés – Instituto da Mulher Negra)
Prof. Dr. Alexsandro Santos (Escola do Parlamento)

OBJETIVOS

  1. Identificar, analisar e compreender as limitações e desafios que o racismo estrutural e a estrutura patriarcal de poder, como pilares da modernidade ocidental, atravessam a qualidade da democracia no Brasil
  2. Identificar, analisar e compreender a sub-representação, o silenciamento e a negação da participação de mulheres e homens negros nos espaços de poder e decisão da democracia no Brasil
  3. Refletir, dialogar e elaborar sentidos e significados em relação aos impactos do racismo estrutural e da relação patriarcal de poder na construção das subjetividades políticas das pessoas negras e das mulheres no Brasil
  4. Construir alternativas para ampliar a participação de pessoas negras e de mulheres na democracia e nos espaços de decisão política.

 EMENTA

  • Raça, Racismo Estrutural e Contrato Racial de Dominação na Democracia Liberal
  • Patriarcalismo e as mulheres na arena democrática brasileira
  • Qualidade da democracia, racismo estrutural e estrutura patriarcal
  • Partidos políticos e (sub)representação racial e de gênero
  • Instituições e (sub)representação racial e de gênero
  • A luta e o ativismo de mulheres e da população negra em defesa da democracia

 DISTRIBUIÇÃO DA CARGA HORÁRIA: 

  1. 18 horas aula destinadas a nove encontros virtuais de formação.
  2. 04 horas destinadas a atividade de avaliação individual, realizada por meio eletrônico.
  3. 08 horas destinadas a escrita e publicação, em site alocado na rede mundial de computadores ou perfil/página em redes sociais, de texto de reflexão com base nas aprendizagens do curso, conforme orientações que serão estabelecidas durante o curso.

CERTIFICAÇÃO:

Serão certificados por 30h de curso de extensão universitária, aqueles que se inscreverem, assistirem ao curso, tiverem desempenho estabelecido pela Política de Certificação na avaliação individual (questionário de múltipla escolha) e fizerem a publicação de conteúdo online, de texto de reflexão com base nas aprendizagens do curso, conforme orientações que serão estabelecidas durante o curso.

PÚBLICO ALVO:

Público em geral, estudantes, ativistas, militantes, pesquisadores, profissionais que atuam com políticas públicas.

As aulas ocorrerão às terças-feiras, das 19h às 21h, de 22/09 a 17/11

PROGRAMAÇÃO:

 Sueli Carneiro – Filósofa, feminista antirracista, escritora e ativista do movimento social negro brasileiro. Possui Doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo, é fundadora e coordenadora executiva de Geledés — Instituto da Mulher Negra.

 Jones Manoel – Graduado em Licenciatura em História pela UFPE , mestre em Serviço Social pela UFPE-PPGSS. Educador e comunicador popular desenvolvendo iniciativas jornalísticas em diversos canais.

Hélio Santos – Doutor em Administração. Mestre em Finanças (FEA- USP). Diretor-presidente do Instituto Brasileiro da Diversidade – IBD.

Gabriel Sampaio – Advogado e mestre em Direito das Relações Sociais pela PUC/SP. Membro do Centro Brasileiro de Estudos Constitucionais. Coordenador do Programa de Enfrentamento à Violência Institucional e de Litígio Estratégico da Conectas Direitos Humanos.

Matheus Gato –  Doutor em Sociologia pela USP. Foi Visiting Student Researcher Collaborator em Princeton University e realizou estágio pós-doutoral em Harvard University. É professor do Departamento de Sociologia da Unicamp.

Luciana Brito – Doutora em História Social pela USP. Foi pesquisadora visitante no Instituto Du Bois da Universidade de Harvard e bolsista Fulbright na New York University. É professora do colegiado de História da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Edilza Sotero – Doutora em Sociologia pela USP. Realizou Pós-Doutorado na Brown University (2015-2016). É professora Adjunta no Departamento de Educação da Universidade Federal da Bahia.

Maria Betânia Ávila – Socióloga, doutora em Sociologia pela UFPE. É coordenadora geral e pesquisadora do SOS Corpo – Instituto Feminista para a Democracia, atuando principalmente nos seguintes temas: feminismo, mulheres, direitos reprodutivos, trabalho, participação política e movimento de mulheres.

  • Aula 20/10 – Relações de poder e a construção da subalternidade de raça e gênero

Uvanderson Silva – Doutor em Sociologia Política pelo IESP-UERJ. É gestor de projetos no Fundo Brasil de Direitos Humanos. Atua como consultor em diversas organizações sociais e no poder público.

Rosane Borges – Jornalista, pesquisadora colaboradora do Colabor (Centro Multidisciplinar de Pesquisas em Criações Colaborativas e Linguagens Digitais), da ECA-USP. Doutora e mestre em Ciências da Comunicação pela USP. É articulista da Revista Carta Capital Digital e do blog da Editora Boitempo, escreve regularmente nos portal de notícia “Jornalistas Livres”.

  • Aula 27/10 – Partidos políticos e (sub)representação racial e de gênero

Luís Augusto Campos – Professor de Sociologia e Ciência Política no IESP-UERJ e Doutor em Sociologia pelo mesmo instituto. Realizou estágio doutoral na École des Hautes Études en Sciences Sociales de Paris e estágio pós-doutoral na Universidade de Nova Iorque e no Observatoire Sociologique du Changement (SciencesPo).

Vilma Reis – Socióloga, professora, ativista do Movimento de Mulheres Negras, defensora de Direitos Humanos e doutoranda em Estudos Étnicos e Africanos no PosAfro-UFBA.

  • Aula 03/11 – O ativismo de negras e negros em defesa de direitos

Petrônio Domingues – Doutor em História pela USP. É professor associado do Departamento de História da Universidade Federal de Sergipe (UFS). Professor permanente do Mestrado Acadêmico em História (PROHIS) e da Pós-Graduação (Mestrado e Doutorado) em Sociologia da mesma universidade. Foi Visiting Scholar na Rutgers – The State University of New Jersey (EUA), no Department of Africana Studies e realizou pós-doutorado na UFRJ.

Juarez Xavier –  Doutor em Ciências da Comunicação pela USP. É professor assistente da UNESP. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Jornalismo Especializado (Comunitário, Rural, Empresarial, Científico).

Allyne Andrade – Advogada, possui doutorado e mestrado em Direito pela USP. Obteve o LLM – Master of Laws – na área de Teoria Crítica Racial da Faculdade de Direito da Universidade da Califórnia, Los Angeles – UCLA School of Law. É superintendente adjunta do Fundo Brasil de Direitos Humanos.

  • Aula 10/11 – Promoção da equidade de raça e gênero

Monique Evelle – Bacharel em Humanidades – com ênfase em Política e Gestão da Cultura – pela Universidade Federal da Bahia (2013 – 2016) e pós-graduanda em Gestão Estratégica da Inovação Tecnológica pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Em 2011 criou o Desabafo Social, laboratório de tecnologias sociais aplicadas à geração de renda, educação e comunicação. É sócia da SHARP, hub de inteligência cultural.

Selma Moreira – Formada em gestão de negócios, com especialização em gestão estratégica, comunicação organizacional e relações públicas e em gestão de empreendimentos. Profissional com larga experiência em projetos de gestão direcionados ao desenvolvimento social e atividades de planejamento relacionadas à programas de responsabilidade social corporativa e educação ambiental.

Sales Augusto – Doutor em Sociologia pela UnB. Pós-doutorado pelo Department of African & African Diaspora Studies (DAADS) at the University of Wisconsin Milwaukee (UWM) e pelo Department of Africana Studies at Brown University. É pesquisador do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Inclusão no Ensino e na Pesquisa (INCTI) da UnB.

  • Aula 17/11 – Conferência de Encerramento – Enquanto houver racismo não haverá democracia

Douglas Belchior – Douglas Belchior é professor formado em História pela PUC/SP. Fundador e professor no Movimento Uneafro-Brasil. Palestrante e conferencista sobre as temáticas história das lutas sociais no Brasil, questão racial no Brasil e direitos humanos. Coordenador de Articulação de Projetos do Fundo Brasil de Direitos Humanos. Integrante da Coalizão Negra por Direitos.

Ricardo Henriques – Foi Secretário Nacional de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (Secad) do Ministério da Educação e Secretário Executivo do Ministério de Desenvolvimento Social, quando coordenou o desenho e a implantação inicial do Programa Bolsa Família. Foi assessor especial do presidente do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) e pesquisador e diretor adjunto da área social do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA). No Rio de Janeiro, foi Secretário Estadual de Assistência Social e Direitos Humanos e Presidente do Instituto Municipal de Urbanismo Pereira Passos, quando desenvolveu o Programa UPP Social. É membro do Conselho de Administração do Todos pela Educação.

Juliana Gonçalves – Mestranda em Estudos Culturais pela USP. É jornalista formada pela Universidade Mackenzie e pós-graduada em Jornalismo Literário. Ativista dos direitos humanos com foco em raça e gênero, integra a Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial de São Paulo e a Marcha das Mulheres Negras/SP. Atualmente coordena a articulação política da Mandata Quilombo da Deputada Estadual Erica Malunguinho.