Esse site fica melhor no modo paisagem (horizontal)

Série especial

Compartilhe:

Retas, curvas e história

O Palácio Anchieta é um dos edifícios característicos da arquitetura moderna no centro antigo da capital paulista. Ainda hoje, 50 anos após a inauguração, elementos como a escada de 382 degraus e a fachada de vidro chamam a atenção.

Leia mais...
Compartilhe:

O palácio, os protestos e os vizinhos

Manifestações nos arredores do Palácio Anchieta compõem a “festa da democracia” — mas, como em toda festa, tem sempre um vizinho que reclama do barulho.

Leia mais...
Compartilhe:

Do plenário para a cidade

Em 9 de outubro de 1969, pouco mais de um mês após a inauguração oficial do Palácio Anchieta, foi aprovada a primeira lei proposta por um vereador na nova sede da Câmara Municipal de São Paulo. De autoria do parlamentar David Roysen, a Lei nº 7.371/1969 instituiu o programa de Voluntariado para Alfabetização de Adultos. […]

Leia mais...
Compartilhe:

As artes do Palácio

Obras de artistas como Portinari e Sebastião Salgado integram o acervo da sede da Câmara Municipal.

Leia mais...
Compartilhe:

A dura conquista da sede

Para tirar o Palácio Anchieta do papel, vereadores recorreram até a presidentes da República. 

Leia mais...
Compartilhe:

Antes do Anchieta

Cadeia, açougue, telhados que desabavam e uma apertada joia arquitetônica: as sedes da Câmara antes do Palácio Anchieta. 

Leia mais...
Compartilhe:

1969: Palácio Anchieta

A luta para construir uma sede que suprisse todas as necessidades do Legislativo paulistano remonta ao século XVI. Em 1575, teve início a construção da primeira sede própria, inaugurada no ano seguinte, localizada no quadrilátero do Colégio dos Jesuítas (atual Pátio do Colégio), no Centro de São Paulo.

Leia mais...
Compartilhe:

1947: De volta ao Palacete Prates

Em 1947, com o término da ditadura de Getúlio Vargas, foram realizadas eleições municipais.

Leia mais...
Compartilhe:

1936: Palácio do Trocadero

O antigo espaço do Plenário Municipal, no térreo do prédio da Rua Líbero Badaró, estava todo ocupado com as repartições do Executivo.

Leia mais...
Compartilhe:

1914: Palacete Prates, na Rua Libero Badaró

O prefeito Washington Luís assinou contrato de locação do edifício situado na Rua Líbero Badaró, propriedade do Conde Prates.

Leia mais...