Temas ligados a saúde e trânsito dominam Sessão Plenária

Foto: Luiz França / CMSP

Sessão Plenária desta quinta-feira (11/4)

MARCO ANTONIO CALEJO
DA REDAÇÃO

Saúde e trânsito foram os principais assuntos discutidos pelos vereadores na Sessão Plenária desta quinta feira (11/4), na Câmara Municipal de São Paulo. Após visita da Comissão de Saúde da Casa ao Hospital do Servidor Público Municipal, no dia 4 de abril, o vereador Celso Giannazi (PSOL) ocupou a tribuna para criticar a estrutura do local e cobrar providências.

“Fizemos uma diligência e pedimos uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para averiguar as condições do Hospital do Servidor Público. Vamos levar essa situação para o Ministério Público”, disse Giannazi.

O vereador Cláudio Fonseca (CIDADANIA23) também aproveitou a sessão para falar sobre o hospital. O parlamentar disse que é necessário atrair recursos para investir na estrutura. “Que seja dinheiro limpo, que seja dinheiro público, que seja através de emendas parlamentares ou através de dotação direta para a Prefeitura de São Paulo. O que não pode é perdurar a situação em que se encontra o hospital”, afirmou Fonseca.

De acordo com o líder do governo na Câmara, vereador Fábio Riva (PSDB), a prefeitura tem buscado soluções para minimizar os problemas. Segundo Riva, o pronto-socorro do Hospital dos Servidores deverá receber investimento de quase R$ 10 milhões.

“Estamos esperando os trâmites e com certeza isso vai melhorar o pronto-socorro, que é a porta de entrada. Os vereadores levantaram que precisaria de mais R$ 10 milhões para reformas estruturais. O governo está empenhado em buscar recursos para isso acontecer”, disse Riva.

Outra questão relacionada à saúde foi apontada pelo vereador Gilberto Natalini (PV). O parlamentar pediu atenção à estrutura do Centro de Zoonose da cidade, instalado em Santana, na zona norte de São Paulo.

“Precisamos ajudar o setor de zoonose de São Paulo. O prédio foi reformado em 2016. A reforma, segundo a própria direção, em vez de melhorar, piorou. Tem goteira para tudo que é lado”, destacou Natalini.

Nova UBS

Já o vereador Gilberto Nascimento (PSC) elogiou as obras da nova UBS (Unidade Básica de Saúde) construída no Jardim Fontalis, zona norte da capital, que deve ser entregue à população em agosto próximo.

“É uma alegria visitar essa obra. E teremos atendimento odontológico, que não tem na região. Com a obra, vamos aumentar o número de atendimentos de 40 mil para 70 mil [por mês]”, disse Nascimento.

Violência no trânsito

Ainda durante a Sessão Plenária, o vereador Mário Covas Neto (PODE) apresentou dados sobre a violência do trânsito na capital paulista, principalmente relacionada a acidentes com motos.

“Há um gasto grande na saúde em relação a todos os acidentes, mas a motocicleta tem um componente muito grande no percentual de acidentes fatais. E também, obviamente, nos acidentes em decorrência de lesão que precisa de tratamento mais prolongado”, disse Covas Neto.

Parque do Carmo

A vereadora Juliana Cardoso (PT) comentou uma carta, recebida por ela, do Conselho Gestor do Parque do Carmo, em Itaquera, zona leste de São Paulo, com o relato de diversos problemas na área do parque, de 1,5 milhão de metros quadrados, equivalente a cerca de 150 campos de futebol.

A parlamentar pediu o envio dos problemas mencionados ao secretário municipal do Meio Ambiente. “Os problemas estruturais do Parque vão desde as caixas d’água, que estão com as telhas quebradas, contaminando o sistema de abastecimento do parque, a banheiros em péssimas condições de uso e prédios com goteiras”, disse Juliana.

Deixe uma resposta:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também