PL aprovado legaliza venda de cervejas nos estádios de futebol

DA REDAÇÃO

Foi aprovado em primeira votação nesta quarta-feira (7/10) o Projeto de Lei (PL) 62/2015, que libera a venda de cervejas dentro dos estádios de futebol da cidade de São Paulo. A medida, proposta pelo vereador Toninho Paiva (PR), estabelece que a comercialização seja feita antes, no intervalo e ao final das partidas.

Paiva acredita que a venda da bebida nos estádios não vai contribuir para aumento da violência. Além disso, o parlamentar afirmou que com as arenas multiusos, inauguradas recentemente no Brasil, este tipo de serviço é necessário.  Além disso, o parlamentar enfatizou que a medida já está em vigor em outros lugares.

“São Paulo não pode ficar para trás, outros estados como Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Bahia já aprovaram. Na Copa do Mundo foi vendida cerveja e não houve problemas, está certo que era jogo de uma torcida só, mas não teve problema”, afirmou o autor. Entretanto, a cerveja não poderá ser comercializada em recipientes de vidro.

Os vereadores Eduardo Tuma (PSDB), Gilberto Natalini (PV) e Juliana Cardoso (PT) registraram votos contrários ao projeto. Já Toninho Vespoli (PSOL) se absteve da votação.

Atendimento de Urgência para cães e gatos

Na mesma sessão extraordinária, os parlamentares aprovaram em definitivo o PL 477/2013, de autoria coletiva dos vereadores Nelo Rodolfo (PMDB), Aurélio Nomura (PSDB), Ricardo Nunes (PMDB) e Calvo (PMDB) que cria o ‘SAMUV’ (Serviço de Atendimento Médico Móvel de Urgência Veterinário).

O objetivo é atender os primeiros socorros dos animais em sofrimento para procedimento simples, vermifugação, vacinação de raiva, exames para doenças epidemiológicas e de zoonose, castração e educação, além de conscientizar a população sobre a guarda responsável, zoonoses e saúde pública, adotando medidas para efetivação do assunto tratado.

Veja também